Elon Musk Reclama de Golpes Envolvendo Bitcoin e Ethereum no Twitter



Fraudes que envolvem as maiores das criptomoedas, o Bitcoin e o Ethereum, têm sido notadas por inúmeras personalidades nas redes sociais.

Conhecidos por ‘scambots’, a epidemia que usa imagens indevidas dos famosos foi comentada recentemente por Elon Musk, multi-empreendedor e fundador de várias companhias, como Tesla Motors e SpaceX, e também muito popular nas redes sociais.

Os ‘scambots’ são contas criadas no Twitter, por exemplo, por pessoas que querem chamar atenção a seus negócios, em geral, fraudulentos. Uma pessoa cria uma conta fake de alguém famoso ou de uma grande empresa e, movimentada por um robô, essa conta fake começa a comentar em publicações de alta relevância divulgando algum golpe, como se fosse a pessoa famosa/empresa que estivesse fazendo. Desta forma, eles muitas vezes conseguem bitcoin e ethereum enganando as pessoas.

Uma vez enganado com criptomoedas, não existe nenhum sistema para reverter as transações enviadas para os golpistas.

Depois de ver tantos scambots na rede social, Elon Musk publicou no Twitter:

“Eu quero saber quem está circulando esses scambots do Ethereum! Que façanha …”.

Ao ver o tuíte, o cofundador do Ethereum, Vitalik Buterin, solicitou publicamente a Jack Dorsey, fundador e CEO do Twitter, para que ele  pudesse viabilizar uma solução para o problema.



“Jack, nos ajude por favor? Ou alguém da comunidade ETH faz uma solução de filtragem de golpes por favor?”.

Um scambots funciona com algoritmos que criam tópicos e respostas que impedem que a comunicação entre os usuários seja de maneira eficiente.

O Twitter é uma das redes sociais mais rápidas em espalhar qualquer novidade pelo mundo, e isso acontece em questão de segundos. A plataforma é tão popular que muitas celebridades cobram simplesmente para comer um pão de queijo ou passar um perfume para promover a marca do produto.

John McAfee, por exemplo, cobrava US$ 500 mil por tuíte para divulgar projetos de ICO, e US$ 100 mil por resposta.

Recentemente ele parou de oferecer o ‘serviço’ devido a problemas com autoridades e também com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) que, segundo ele, os persegue constantemente.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br