Imagem da matéria: Elon Musk faz Dogecoin (DOGE) disparar mas Shiba Inu (SHIB) sobe mais; Solana (SOL) tem alta de 10%
Foto: Shutterstock

O mês de novembro começou com a grande maioria dos criptoativos em alta, sendo a Salana (SOL) uma das moedas que acumulam a maior valorização do dia de 10% entre os 10 principais ativos do mercado.

Segundo o CoinMarketCap, as criptomoedas meme Dogecoin (DOGE) e Shiba Inu (SHIB) também mostram um bom desempenho na manhã desta segunda-feira (1º), subindo 4% e 10%, respectivamente.

Publicidade

A DOGE vinha perdendo força na última semana com o crescimento de tokens rivais como a SHIB, mas teve um novo impulso de preço na noite de domingo (31) após o bilionário Elon Musk revelar que a criptomoeda faz parte do seu plano de criar uma universidade de tecnologia no Texas. 

“Estou pensando em começar uma nova universidade: Instituto de Tecnologia e Ciência do Texas. A mensalidade é em Dogecoin e você ganha um desconto se tiver um cachorro”, escreveu Musk.

Não está claro se o empresário estava realmente falando sério, mas o efeito da mensagem no preço da Dogecoin foi imediato. Em menos de 15 minutos, a criptomoeda valorizou 12%, saltando de US$ 0,25 para US$ 0,28. 

Embora a DOGE ainda esteja em alta, negociada por US$ 0,27, a SHIB mostra uma valorização mais robusta de 10% nas últimas 24 horas.

Publicidade

Os ganhos da Shiba Inu ao longo da semana já chegam a 84%, porcentagem que salta para 861% no período mensal. Agora, a criptomoeda meme está sendo negociada por US$ 0.00007, 18% abaixo do seu recorde de preço alcançado na semana passada.

Neste ritmo, a SHIB registra um valor de mercado de US$ 39 bilhões, saindo na frente da DOGE que vem logo atrás com uma capitalização de US$ 36 bilhões.

Bitcoin e altcoins abrem mês em alta

A Solana (SOL) registra um dos melhores desempenhos do mercado nesta segunda. Após valorizar 10% no dia, a moeda atingiu o seu melhor preço na semana de US$ 211, mas logo recuou para os atuais US$ 207. Com essa cotação, a SOL diminui para 4,8% a sua distância do topo histórico de US$ 218.

Já a criptomoeda líder do mercado, Bitcoin (BTC), está em alta de 2% nas últimas 24 horas, consolidando o seu preço por volta de US$ 62.022. Na madrugada, o criptoativo chegou a cair por um breve momento abaixo do nível de US$ 60 mil, mas logo se recuperou e nesta manhã, registra sua melhor cotação em três dias. Segundo o Índice do Portal do Bitcoin, o ativo é negociado nas corretoras brasileiras por R$ 351 mil.

Publicidade

O bitcoin tem como missão para novembro consolidar os ganhos do mês passado e tentar replicar o bom desempenho que mostrou nas últimas semanas. Em outubro, a criptomoeda valorizou 39,9%, o maior ganho mensal do bitcoin desde dezembro de 2020, segundo o Bybt.

Outras criptomoedas do mercado também estão em alta nesta segunda-feira, como o Ethereum  (+1,4%), Cardano (+1,5%), Binance Coin (+2,9%) e  Polkadot (+6,6%).

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Conheça o dispositivo que pode guardar Bitcoin, jogar e ganhar airdrops enquanto você dorme

Conheça o dispositivo que pode guardar Bitcoin, jogar e ganhar airdrops enquanto você dorme

O BitBoy One, semelhante ao Game Boy, é um dispositivo portátil para permite jogar e armazenar Bitcoin
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe 4% e Ethereum salta 7% puxados por ETFs em Hong Kong e alívio de tensões no Oriente Médio

Manhã Cripto: Bitcoin sobe 4% e Ethereum salta 7% puxados por ETFs em Hong Kong e alívio de tensões no Oriente Médio

Após forte queda no fim de semana, Bitcoin e Ethereum voltam a ganhar força com notícias de que Hong Kong aprovou ETFs das criptomoedas
Imagem da matéria: Hackers invadem prefeitura, roubam R$ 6 milhões da Caixa e convertem fundos em criptomoedas

Hackers invadem prefeitura, roubam R$ 6 milhões da Caixa e convertem fundos em criptomoedas

PF faz operação nesta manhã contra grupo que sacou dinheiro da Caixa após invadir o sistema GovConta da prefeitura de Telêmaco Borba (PR)
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Agência federal de fiscalização dos Estados Unidos começa a olhar para games cripto

Comprar vidas extras ou ganhar tokens em um jogo do tipo play-to-earn equivale a um “banco em games e mundos virtuais”, diz agência