Imagem da matéria: Dono de corretora de criptomoedas pega 10 anos de prisão nos EUA por lavagem de dinheiro
Foto: Shutterstock

Rossen Iossifov, proprietário e gerente da bolsa de criptomoedas RG Coins, foi condenado a 10 anos de prisão por ajudar um grupo de golpistas romenos a lavar quase US$ 5 milhões, anunciou o Departamento de Justiça dos EUA (DOJ) nesta terça-feira (13).

“Iossifov era proprietário e gerente da RG Coins, uma bolsa de criptomoedas com sede em Sofia, Bulgária. De acordo com as evidências no julgamento, Iossifov consciente e intencionalmente se envolveu em práticas comerciais destinadas a auxiliar os fraudadores na lavagem dos produtos de uma fraude e a se protegerem de responsabilidade criminal ”, afirmou o DOJ.

Publicidade

De acordo com o comunicado, pelo menos cinco dos clientes de Iossifov eram membros da rede que aplicava golpes com leilões online e usava criptomoedas para lavar seus fundos ilícitos. O ex-cidadão búlgaro de 53 anos foi acusado de “conspiração para cometer um crime da Lei de Organizações Influenciadas e Corruptas (RICO)” e “conspiração para cometer lavagem de dinheiro”.

De acordo com o DOJ, Iossifov participou de um “esquema em grande escala de fraude em leilão online”. Em resumo, os membros da organização com base na Romênia postavam anúncios falsos em plataformas como Craigslist e eBay para vender mercadorias de alto valor inexistentes — geralmente veículos. Quando as vítimas dos grupos enviavam seus pagamentos, os fundos eram convertidos em criptomoedas e enviados para o exterior.

Para ajudar a facilitar essas transações, Iossifov projetou especificamente sua plataforma para “atender” a empresas criminosas, explicou o DOJ. Ele oferecia à gangue, por exemplo, taxas de câmbio mais favoráveis e permitiu que operassem sem se submeter a procedimentos do tipo KYC (Conheça Seu Cliente). Isso permitiu que os golpistas mais tarde trocassem criptomoedas por dinheiro, sem qualquer identificação.

“Iossifov lavou quase US$ 5 milhões em criptomoedas para quatro desses cinco golpistas em um período de menos de três anos. Isso representou mais de US$ 7 milhões em fundos roubados de vítimas americanas. Em troca, Iossifov ganhou mais de US$ 184.000 em receitas com essas transações ”, disse o comunicado.

Publicidade

Além de Iossifiov, outros 16 membros do grupo também foram condenados e sete foram sentenciados por conexão com a fraude. Outros três permanecem foragidos.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
bitcoin brilhando na mão

Semler Scientific investe US$ 40 milhões em Bitcoin e ações disparam 25%

As ações da Semler Scientific subiram 25% após a entidade anunciar a adoção do Bitcoin como principal ativo de reserva do tesouro
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta