Imagem da matéria: Donald Trump perdoou condenado por esquema Ponzi que roubou US$ 300 milhões
Ex-presidente dos EUA Donald Trump (Foto: Shutterstock)

Um golpista condenado a 40 anos de prisão recebeu no último dia 13 o perdão presidencial do então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Fred Davis Clark, que atuava no ramo de hotelaria, foi preso e condenado em 2015 por lesar 1.400 investidores num esquema Ponzi. O golpe, através de uma empresa chamada Cay Clubs Resorts e Marina, arrecadou US$ 300 milhões, segundo o Tampa Bay Times.

De acordo com o Departamento de Justiça dos EUA (DoJ), Clark foi condenado por fraudes bancárias, falsas promessas de investimentos e uso de dinheiro das vítimas em benefício próprio, além de transações hipotecárias fraudulentas que somaram US$ 20 milhões. Na condenação consta também o crime de obstrução de Justiça quando ele tentou barrar a investigação na SEC.

Publicidade

Segundo o Tampa Bay Times, a advogada de Clark Claudia Pastorius disse por email que seu cliente é grato por estar em casa com sua família e agradece a demonstração de bondade e compaixão do presidente Trump. Contudo, se absteve de comentar sobre como foi conquistado o perdão, se por relação com Trump.

Do outro lado, o advogado de algumas vítimas lamentou. “Estou mais decepcionado com as vítimas dos investidores e os servidores públicos dedicados da Comissão de Valores Mobiliários e do Departamento de Justiça que colocaram seus corações e almas neste processo e tiveram o tapete puxado debaixo deles”, disse Bruce Barnes, segundo o jornal.

A Cay Clubs Resorts e Marina fechou as portas em 2008.

Endividado criou esquema Ponzi

De acordo com a publicação do DoJ na época, Clark estava endividado e resolveu com a Cay Clubs ofertar o investimento em 17 localidades na Flórida, Las Vegas e no Caribe, com a promessa de transformar propriedades dilapidadas em resorts de luxo. Os lucros, segundo ele, viriam de um ‘leaseback’ de 15 a 20% do preço de venda de cada unidade. Contudo, não passa de um esquema Ponzi.

“Ele passou a operar como um esquema Ponzi, usando os recursos dos novos investidores para pagar os investidores antigos”, diz a publicação.

Publicidade

O Tribunal entrou em julgamentos de confisco de dinheiro contra Clark, incluindo no valor de US$ 303,8 milhões pela fraude bancária e US$ 3,3 milhões pela investida contra a SEC.

Clark faz parte da lista de 143 pessoas que foram beneficiadas pelos poderes de clemência dado a todos os presidentes americanos. Desta, foram 73 perdões e 70 comutações, ou seja, redução de pena, que teve inclusive seu ex-aliado Steve Bannon, acusado de desviar dinheiro da campanha de apoio à construção do muro na fronteira entre EUA e México.

Siga o Portal do Bitcoi no Youtube

VOCÊ PODE GOSTAR
moedas de Bitcoin sobre notas de ienes

Anúncio de investimento em Bitcoin faz ações de empresa asiática disparar 90%

Seguindo o manual da MicroStrategy, a empresa japonesa Metaplanet está atraindo forte interesse dos investidores
peter schiff falando ao microfone

O Bitcoin está em um mercado de baixa quando comparado ao ouro, afirma Peter Schiff

O analista financeiro e comentarista disse uma vez que o preço do BTC nunca chegaria a US$ 50 mil
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Executivo da Binance que fugiu da Nigéria é localizado e pode ser extraditado

Autoridade queniana disse que não é simplesmente prender, pois Nadeem Anjarwalla é de família influente que “tem o apoio de algumas pessoas poderosas”
Moeda de Tether (USDT) sob superfície lisa

Tether anuncia reorganização para ir além de sua stablecoin e cria quatro divisões

Mudança em sua estrutura visa ampliar o fornecimento de soluções de infraestrutura focadas na inclusão