Imagem da matéria: Divisão de criptomoedas do terceiro maior banco da França recebe aprovação de reguladores
Foto: Shutterstock

Segundo registros feitos pelo regulador financeiro Francês, a Autorité des Marchés Financiers (AMF) — equivalente à Comissão de Valores Mobiliários no Brasil —, a SG Forge, a subsidiária cripto do banco foi registrada no final de setembro para três atividades relacionadas com a negociação de criptomoedas

Os fornecedores de serviços cripto devem se registrar com a AMF na França antes de poderem oferecer soluções financeiras como custódia de criptoativos ou operação de uma plataforma de negociação. No caso, o registro da SG Forge abrange a custódia, compra, venda e troca de ativos digitais. Mas ela ainda precisa se registrar para operar uma plataforma de negociação.

Publicidade

O Société Générale, que é o terceiro maior banco credor da França por valor de mercado, não respondeu a um pedido de comentários da reportagem até o momento da publicação.

A SG Forge teve início em 2018 como uma das 60 startups criadas dentro do Société Générale. Desde então, assumiu a liderança nos projetos de blockchain do banco, em parceria com a Tezos e a ConsenSys por suas experiências com a criação de uma moeda digital do Banco Central Francês (CBDC).

Mais recentemente, a SG Forge anunciou uma parceria com a especialista em custódia Suíça Metaco, para se concentrar no crescimento de sua oferta de tokens de segurança. A SG Forge foi arquiteta do título digital de € 100 milhões (US$ 97,5 milhões) do Banco Europeu de investimento, emitido em 2021.

França ‘pró-cripto’

Ao adicionar seu nome à lista de fornecedores de ativos digitais na França, a SG Forge se junta a empresas como Binance, Bitpanda e Crypto.com.

Publicidade

Figuras da indústria elogiaram a abordagem “pró-cripto” da França, que viu Paris se tornar um centro para empresas de blockchain na Europa. Tanto a Binance como a Crypto.com investiram pesadamente na capital.

O Société Générale, com mais de 150 anos, não é o único banco tradicional francês a participar no setor. Em julho, o maior grupo bancário do país, o BNP Paribas, também anunciou uma parceria deles com a Metaco para integrar a Harmonize, uma plataforma em sua própria infraestrutura.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
moedas de Bitcoin, Solana e Ethereum emparelhadas - ao fundo gráfico de mercado

Solana será a próxima criptomoeda a ganhar um ETF? Especialistas respondem

Veja também se Dogecoin, Toncoin e outras criptomoedas poderão futuramente estrear no mercado financeiro tradicional como o Bitcoin e o Ethereum
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização
Imagem da matéria: El Salvador lança site de Bitcoin e revela quantas criptomoedas possui hoje; confira

El Salvador lança site de Bitcoin e revela quantas criptomoedas possui hoje; confira

Segundo os dados do mempool, El Salvador comprou 30 bitcoins no último mês
Imagem da matéria: Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

“O que vier a seguir está nas mãos de Deus”, disse o dev após assumir o roubo