Imagem da matéria: Debate no Twitter faz criador do Ethereum doar R$ 1,2 milhão a três startups de Blockchain
Vitalik Buterin, fundador do Ethereum

Vitalik Buterin, cofundador do Ethereum, doou cerca de R$ 1,2 milhão (US$ 300 mil) em ETH para três startups de blockchain logo após um desabafo de um desenvolvedor no Twitter.

Um debate no microblog na noite de sexta-feira (18) mostrava uma discussão entre membros proeminentes da comunidade do Ethereum.

Publicidade

Eles discutiam sobre como a tecnologia poderia ser melhorada. Em um certo ponto da conversa, o financiamento inadequado foi apontado como um dos maiores problemas.

Preston Van Loon, cofundador da Prysmatic Labs e engenheiro de software do Google, disse, então, que as recentes doações não estavam sendo o suficiente para bancar a equipe em tempo integral, bem como escalá-la da forma em que eles necessitavam.

Buterin respondeu ao post anunciando uma doação espontânea.

“Acabei de enviar 1000 eth. Yolo”.

[Yolo é acrônimo da frase ‘You Only Live Once’, que traduzido significa ‘você só vive uma vez’, mas, neste caso, Buterin a usou como gíria, adotada recentemente por jovens americanos e que tem o significado de ‘aproveite o momento’]

Paul Hauner, desenvolvedor do Sigma Prime aproveitou a ação solidária de Buterin e também conseguiu a doação ‘via tuíte’.

“Ei, estamos construindo a ‘Lighthouse’ e recentemente perdemos algumas doações. Certamente nós podemos transformar 1000 ETH em mais desenvolvedores!”

Novas doações no Twitter

Buterin não hesitou em doar, contudo, pediu para ele passar o endereço via site oficial para que ele constatasse que não se tratava de um usuários falso. Logo ele respondeu: “Feito”.

E a conversa rendeu bastante. Mikerah Quintyne-Collins, líder da canadense ChainSafe, também mostrou-se sem recursos e pediu ajuda.

Buterin aceitou o compromisso e doou outros 1000 ETH para o projeto e advertiu: “Espero resultados!”

https://twitter.com/VitalikButerin/status/1075198387346116610

Blockchain 2.0

Essas empresas têm trabalhado na renovação da rede visando o projeto blockchain 2.0 da Ethereum.

A Prysmatic Labs está focada na escalabilidade, enquanto a ChainSafe e a Sigma Prime estão trabalhando na construção de um novo cliente ethereum 2.0 chamado Lighthouse, segundo a Coindesk.

Publicidade

Buterin, que se descreve no Twitter como “Não-doador de Éter”, como uma forma de se distanciar de golpistas, publicou os três links das transações, confirmando as doações.

Os três projetos já receberam entre US$ 100 e US$ 500 mil da Fundação Ethereum neste ano, sendo a projeto da Prysmatic Labs o mais beneficiado.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de correntes ilustradas com pequenos zeros e uns

Projeto para soluções do sistema carcerário via blockchain vence hackathon na Ethereum Rio

Freedom Chains visa que todo tipo de comportamento do preso seja registrado on chain para evitar corrupção ou injustiças
Imagem da matéria: Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Se a SEC aprovar os pedidos de ETF de Ethereum nesta quinta-feira, enviará um sinal positivo que pode levar o ativo a disparar, assim como ocorreu com o Bitcoin em janeiro
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta