A suíça Transfero anunciou nesta quinta-feira (4) o lançamento de sua plataforma para compra e venda de criptoativos. Especializada em soluções financeiras baseadas em tecnologia blockchain com sede no Crypto Valley (Suíça), a empresa tem presença no Brasil e em mais oito países.

O Grupo Transfero é o emissor do BRZ, primeira stablecoin brasileira em circulação e, segundo a companhia, a maior no mundo não pareada ao dólar.

Publicidade

A empresa vai oferecer 100 BRZ, o equivalente a mesma quantia em reais, aos primeiros usuários que se cadastrarem na exchange. Para isso, é necessário apenas ter 18 anos e ser residente no Brasil com documento de identificação vigente. 

Entre os criptoativos já disponíveis na plataforma estão o Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Solana (SOL), USDCoin (USDC), USD Tether (USDT), além do BRZ.

Expansão para América Latina 

Com a nova solução agregada ao seu portfólio, a expectativa é que nos próximos meses, a Transfero escale sua plataforma de compra e venda de criptomoedas para a América Latina, O movimento vem em linha com a expansão de seus negócios na região. 

A expansão, somada aos novos produtos, fez com que a empresa não só mudasse seu posicionamento, chegando ao varejo, como seu nome. O grupo, conhecido como Transfero Swiss AG passa a se chamar apenas Transfero.  

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: 8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

Expectativa agora é que Ethereum possa renovar sua máxima histórica de novembro de 2021 e passar com folga a marca dos US$ 5 mil
Imagem da matéria: Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Apesar de chamara cada vez mais atenção, muitas pessoas ainda não sabem o que é a tokenização de ativos e como ela funciona
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin
tornado cash 1

Desenvolvedor do Tornado Cash é condenado a 5 anos de prisão por lavagem de dinheiro

“O Tornado Cash, em sua natureza e funcionamento, é uma ferramenta destinada a criminosos”, disse um dos juízes ao condenar Alexey Pertsev