Imagem da matéria: Criador da FTX diz ter cometido "erro vergonhoso pra car****" no colapso da corretora; ouça
Sam Bankman-Fried (Foto: Reprodução/YouTube)

O criador e ex-CEO da FTX, Sam Bankman-Fried (SBF), realizou a primeira gravação de uma entrevista desde que a corretora de criptomoedas travou os saques e deixou milhares de investidores ao redor do mundo no prejuízo.

A conversa de pouco mais de 20 minutos que teve com a influencer cripto Tiffany Fong, divulgada na íntegra (ouça abaixo) nesta segunda-feira (29) no YouTube, foi gravada dois dias depois da FTX e a Alameda Research entrarem com pedido de recuperação judicial nos EUA — algo que Sam parece se arrepender amargamente.

Publicidade

“Pode culpar o idiota com quem você está falando por realmente preencher [o pedido de recupação judicial]. Fui meio coagido a fazer isso, mas deveria ter dito não, eu tinha esse direito. Eu provavelmente teria sido denunciado por todos que você pode imaginar por não ter feito, mas teria valido a pena porque era a coisa certa a se fazer. Eu faria qualquer coisa para desarquivar isso agora”, disse SBF na entrevista.

Ele então revela que a filial nos EUA da FTX teria como pagar os clientes norte-americanos sem recorrer à justiça: “Você sabe qual é a resposta honesta: FTX US ainda era solvente”, confessou SBF. 

A aversão por essa estratégia de salvar a empresa já havia sido revelada em uma polêmica troca de mensagens que o empresário teve com uma jornalista do portal Vox, e muito do que ele já havia dito na ocasião foi repetido na entrevista com Tiffany Fong.

As desculpas de Bankman-Fried

Mais uma vez, Bankman-Fried não falou onde foram parar os bilhões de dólares em criptomoedas dos clientes da FTX e outra vez justificou a falência da Alameda — e posterior colapso da FTX — por uma falta de conhecimento sobre quão alavancado o grupo estava no token nativo FTT, um erro que Sam disse ser “vergonhoso pra car****” ter cometido.

Publicidade

Ele disse que não foi uma quantidade surpreendentemente pequena de vendas de FTT que derrubou o preço do ativo, e sim outros fatores que ele não prestou atenção na época: 

“O que causou a queda, e é muito vergonhoso que eu tenha subestimado, foi a enorme correlação que as coisas têm durante movimentos de mercado livre. Quando você tem uma crise de confiança numa entidade, combinada com uma corrida ao banco e uma total falta de liquidez e crédito, onde a queda pode ser extremamente rápida e correlacionada entre outros ativos extremamente grandes, foi isso que vimos [com o colapso da FTX]: num período de dois dias, o FTT perdeu 90% do seu valor de mercado.”

Durante a entrevista, Bankman-Fried também foi questionado sobre uma reportagem da Reuters que sugeria que o empresário tinha uma “porta dos fundos” para mover, sem que ninguém percebesse, fundos dos usuários da FTX para a Alameda.

“Certamente não construí a porta dos fundos lá e não sei exatamente a que eles estão se referindo”, respondeu o empresário, que disse sequer saber programar para fazer algo do gênero.

Publicidade

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

A mineração de Bitcoin é feita com energia do vulcão Tecapa, usando 300 processadores voltados para essa atividade
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques
Imagem da matéria: Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do "Rei do Bitcoin"

Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do “Rei do Bitcoin”

Nova operação da Polícia Federal visando fraudes no portos do Paraná revelou uma curiosa ligação entre o irmão do Roberto Requião e um dos maiores piramideiros do Brasil
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem