Mão com luva preta subtraindo carteira de bolso traseiro de calça masculina
Shutterstock

O programador Billy Markus, um dos responsáveis pela criação da criptomoeda meme Dogecoin (DOGE), passou por uma experiência inusitada no Japão ao usar um banheiro público, onde teve cerca de R$ 2,5 mil (US$ 500) roubados de sua carteira, esquecida junto com sua pochete no local.

“Fiquei muito hipnotizado por um banheiro público chique e acidentalmente deixei minha pochete lá”, contou sorrindo em uma publicação na quarta-feira (11) no X, antigo Twitter.

Publicidade

Markus disse que o incidente aconteceu rápido e sugeriu que o ladrão não lhe deu tanto prejuízo, já que levou apenas o dinheiro: “Percebi alguns minutos depois e quando voltei a pochete estava lá, mas todo o dinheiro havia sumido”, escreveu.

No final, ele disse que a parte interessante é que, embora estivesse chateado por perder o dinheiro, também o chateou pelo fato de ele ter sido roubado no Japão. Ele explicou: “Como uma pessoa ‘meio japonesa’, acho que internalizei um pouco da vergonha, haha”.

Billy Markus usa sua persona online, Shibetoshi Nakamoto como homenagem ao criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto.

Criador da Dogecoin

Na criação da Dogecoin, em 2013, Markus contou com o programador de software Jackson Palmer. Eles queriam que o projeto fosse uma sátira irreverente da antiga febre de emissão de “altcoins”. No entanto, o projeto de criptomoeda ganhou uma base de fãs fanáticos conhecidos como “Doge Army” (ou “Exército Doge”).

Depois de vários anos oscilando entre US$ 0,001 e US$ 0,004, em maio de 2021, a criptomoeda meme teve um salto gigante no preço, batendo o seu maior pico até agora, que foi de US$ 0,63. Na época, a comunidade tentava elevar o preço para a tão sonhada casa de US$ 1.

Publicidade

Contudo, o sonho não aconteceu e, assim como as principais criptomoedas do mercado, foi perdendo preço. Atualmente, a Dogecoin é negociada em US$ 0,05 e está no top 10 das moedas mais valiosas do mercado cripto, com um market cap acima de US$ 8 bilhões.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Autoridades acusam a exchange cripto NovaTech e a empresa de mineração AWS Mining de “envolvimento em esquemas de pirâmide ilegais”
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

Memecoins da GameStop e Iggy Azalea encerram semana com perdas de até 50%

MOTHER – uma memecoin lançada pela rapper Iggy Azalea – despencou 38% nos últimos 7 dias
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Peru abre investigação contra Worldcoin por coleta de dados biométricos

Autoridades acompanham há quase um mês as sete operações da empresa que escaneia o rosto e a íris das pessoas em troca de tokens WLD
Mãos humanas e robótica tocam as pontas dos dedos

Novo modelo de Inteligência Artificial do Alibaba que desafia Meta e OpenAI

O mais recente modelo de Inteligência Artificial de código aberto supera o LLama3 da Meta, posicionando-se como um forte concorrente na corrida da IA