Imagem da matéria: Corretora de criptomoedas sofre ataque que expõe nomes, endereços e saldos de clientes
Foto: Shutterstock

A Coinsquare, uma das maiores corretoras de criptomoedas do Canadá e a primeira do país a ser registrada pela Organização Reguladora da Indústria de Investimentos (IIROC), enviou um e-mail para os clientes na sexta-feira (25) para avisá-los que os dados mantidos na plataforma foram vazados. 

De acordo com o CoinDesk, que teve acesso ao e-mail, a corretora não deu muitos detalhes sobre como aconteceu aquilo que chamou de um “incidente de dados”, mas confirmou que um agente não autorizado acessou um banco de dados que continha informações pessoais de clientes.

Publicidade

Entre os dados vazadas dos usuários que usavam a plataforma para negociar Bitcoin (BTC) e outras criptomoedas, estão nomes, endereços de e-mail, endereços residenciais, números de telefone, datas de nascimento, IDs de dispositivos, endereços públicos de carteiras, histórico de transações e saldos de contas.

Fundos estão seguros?

A Coinsquare assegura, no entanto, que as criptomoedas mantidas nas contas estão seguras uma vez que nenhuma senha foi vazada. “Nenhuma senha foi exposta. Não temos evidências de que nenhuma dessas informações tenha sido visualizada pelo malfeitor”, diz um trecho do e-mail.

A corretora também garante que os fundos da plataforma estão em armazenamento a frio e, por isso, não correm risco de serem roubados.

Apesar disso tudo, pelo menos três clientes tiveram suas contas invadidas desde o incidente, conforme confirmou a própria Coinsquare no Twitter: “Notificamos todos os clientes, e identificamos apenas três clientes cujas contas foram acessadas”.

Publicidade

O incidente que atingiu a Coinsquare já havia sido tornado público, mas não sua gravidade. No dia 19 de novembro, a corretora disse no Twitter que havia detectado uma “atividade incomum” em sua plataforma e que iria entrar em um período de manutenção não programada para resolver o problema.

“Para ser claro, 100% dos fundos dos clientes são mantidos com segurança no armazenamento a frio 1:1. Os fundos não estão em risco”, garantiu outra vez a exchange na rede social.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: “Playboy do Bitcoin” mentiu sobre sequestro e roubo de criptomoedas, denuncia MP

“Playboy do Bitcoin” mentiu sobre sequestro e roubo de criptomoedas, denuncia MP

Marlon Gonzalez, o “Playboy do Bitcoin”, disse ter sido sequestrado, roubado e agredido, mas segundo o MP tudo não passou de um esquema
Imagem da matéria: Em evento na Europa, Vitalik Buterin discute melhorias cruciais para evolução do Ethereum

Em evento na Europa, Vitalik Buterin discute melhorias cruciais para evolução do Ethereum

Além de uma palestra de Vitalik Buterin, evento focado em Ethereum mostrou a força do Brasil na comunidade e reconhecimento como um hub na América Latina
Dedo indicador apoia bolo de dinheiro em forma digital

LIFT Lab do BC retorna com edição focada em blockchain, tokenização e cripto

Desde 2018, projetos que chegaram na fase de aceleração do LIFT Lab receberam R$ 400 milhões da iniciativa privada para serem desenvolvidos
Imagem da matéria: Memecoins de Trump aumentam com saída de Biden da corrida presidencial dos EUA em 2024

Memecoins de Trump aumentam com saída de Biden da corrida presidencial dos EUA em 2024

Memecoins baseadas em Solana e Ethereum e inspiradas por Donald Trump explodem no domingo (21) após o anúncio da saída de Biden