Criptomoedas sobre uma mesa e uma bandeira da Coreia do Sul ao fundo
Shutterstock

Conforme muitos participantes da indústria buscam formas de se recuperar das drásticas quedas no preço, a corretora Crypto.com quer desbravar novas terras: a Coreia do Sul.

Nesta segunda-feira (8), a plataforma de criptomoedas com sede em Singapura anunciou a aquisição da PnLink Co. e OK-Bit Co., uma fornecedora de pagamentos e uma corretora de ativos digitais, respectivamente.

Publicidade

Segundo a agência de notícias Bloomberg, isso significa que a Crypto.com também garantiu um acordo com a lei de transações financeiras eletrônicas — uma lei que cria uma “base para o desenvolvimento robusto da indústria financeira eletrônica”, bem como o direito de atuar como uma fornecedora de serviços de ativos virtuais.

O diretor operacional da empresa, Eric Anziani, compartilhou a conquista via Twitter: “Visitei o escritório em Seul e me encontrei com alguns colegas que contribuíram na obtenção do registro de nossos serviços cripto e de pagamentos na Coreia do Sul”.

Embora ainda não se saiba se essas aprovações e aquisições necessitem de novas regulamentações, é um passo para obter mais aprovações oficiais e levar segurança à indústria e a usuários sul-coreanos.

A plataforma cripto parece estar em uma turnê mundial. Em julho, a Crypto.com recebeu aprovação regulatória de duas nações europeias, Itália e Chipre, à medida que a plataforma visa expandir sua presença no continente.

Publicidade

O CEO da Crypto.com, Kris Marszalek, afirmou que o “registro no Chipre é o próximo passo significativo em nosso progresso contínuo conforme expandimos nossos produtos e serviços para mais clientes”.

Recentemente, a Crypto.com solicitou uma licença regulatória na Grécia à Comissão de Mercados de Capital Helênica (ou HCMC, na sigla em inglês), garantiu uma licença de ativos virtuais em Dubai e obteve uma licença principal de instituição de pagamentos da Autoridade Monetária de Singapura (ou MAS).

A indústria cripto da Coreia do Sul

A Coreia do Sul é um mercado fundamental para a indústria cripto com altas taxas de adesão e, recentemente, um presidente pró-cripto tomou posse este ano.

Com a crescente adesão também surgem crescentes obstáculos regulatórios. Em janeiro, o próprio Yoon havia afirmado que “devemos revisar regulamentações que estão distantes demais da realidade e são irracionais”.

Publicidade

Sua Comissão de Serviços Financeiros também está ocupada reprimindo a lavagem de dinheiro no país e restringindo a negociação entre corretoras.

A Coreia do Sul também imediatamente criou um comitê cripto para supervisionar corretoras cripto após o colapso do Terra.

Reguladores também reativou sua unidade de crimes financeiros conhecida como “Ceifadores de Yeoui-do” como parte de uma investigação sobre Do Kwon, o cofundador do Terraform Labs, e o colapso do projeto como um todo.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Aprenda a ganhar dinheiro com Cripto
Você pode ter acesso a um curso exclusivo com os maiores especialistas em cripto para aprender os fundamentos e as técnicas que te ajudam a navegar nas altas e baixas do mercado. Garanta sua vaga aqui!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Tether e Circle "imprimem" US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Tether e Circle “imprimem” US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Desde o início do ano já foram emitidos US$ 30 bilhões em stablecoins; aquecimento parece estar relacionado à expectativa pelos ETFs de Ethereum
ilustração do famoso sapo pepe

PEPE salta 19% e bate recorde após boato de listagem na Coinbase e hype da GameStop

As últimas 24 horas foram uma tempestade perfeita para Pepe: Roaring Kitty voltou causando um boom das memecoins, ao mesmo tempo que se espalhou rumores de listagem na Coinbase
Imagem da matéria: Mesmo que ETF de Ethereum seja aprovado, pode levar semanas para estrear nas bolsas; entenda

Mesmo que ETF de Ethereum seja aprovado, pode levar semanas para estrear nas bolsas; entenda

Sinal verde da SEC esta semana é apenas o primeiro passo para o lançamento do ETF de Ethereum
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta