Punhado de moedas sob mesa
Foto: Shutterstock

A corretora de criptomoedas chinesa Huobi Global, cuja sede fica nas ilhas Seychelles, anunciou nesta segunda-feira (19) que vai remover 16 tokens de sua plataforma, incluindo seu token nativo com foco em mineração, Huobi Pool Token. As remoções vão ocorrer às 8h UTC (5h no Brasil) na próxima sexta-feira (23).

Os tokens que serão deslistados descritos pela Huobi são:

Publicidade

BitcoinHD (BHD); Crypto Neo-value Neural System (CNNS); Beechat (CHAT); Clash of Lilliput (COL); FairGame (FAIR); Game.com (GTC);  Hydro Protocol (HOT); Huobi Pool Token (HPT); LinkEye (LET); Medicalchain (MTN); Monfter (MONFTER); Rikkei Finance (RIFI); Topchain (TOPC); Ultrain (UGAS); Xmax (XMX); Yuan chain (YCC).

De acordo com a publicação, a exclusão das criptomoedas são apoiadas pela conformidade vigentes da plataforma nas “Regras de Gerenciamento de Tokens”.

Fim do token da corretora

A partir da data citada, a plataforma da Huobi não vai mais permitir a negociação desses tokens, e, portanto, pede aos usuários que fechem suas ordens. O serviço de retirada desses tokens, contudo, vai permanecer ativo, afirma a equipe de suporte.

Dentre os ativos que serão deslistados, o destaque vai para o HPT, token nativo da Huobi para serviço de mineração.

Das que desabaram mais no período, o destaque vai para o token CNNC, que cai 17% e vale no momento da escrita US$ 0,00013; e o COL, que desaba 12% ao ser negociado em US$ 0,53, seguindo dados no Coinmarkecap.

Talvez você queira ler
CZ Zhao, Binance

O fundador da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, será preso?

Changpeng Zhao concordou com um acordo com promotores e se declarou culpado de violar as leis criminais de combate à lavagem de dinheiro
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam R$ 5,3 milhões na última semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam R$ 5,3 milhões na última semana

Fundos cripto tiveram entrada de recursos pela 8ª semana seguida, com os produtos baseados no Bitcoin liderando os fluxos positivos
Arte digital mostra mãos operando um celular que projeta moedas

Lei que regula criação de moedas sociais em cidades brasileiras avança na Câmara

PL prevê que as moedas sociais sejam emitidas apenas de forma digital e usem tecnologia blockchain para evitar fraudes
Imagem da matéria: Polícia do Rio pede ajuda da população para encontrar líderes de pirâmide financeira cripto; veja fotos

Polícia do Rio pede ajuda da população para encontrar líderes de pirâmide financeira cripto; veja fotos

Anderson e Mabia de Almeida eram diretores da Trion Invest, esquema fraudulento de criptomoedas que lesou cerca de mil pessoas em Niterói