Imagem por detrás de uma pessoa algemada
Shutterstock

Autoridades da Coreia do Sul realizaram a primeira prisão do caso Terraform Labs, empresa das falidas criptomoedas LUNA e UST comandada pelo empresário Do Kwon, foragido da polícia. Por meio de um mandado de prisão na quarta-feira (05), um funcionário da Terra identificado por “Yoo”, foi levado para a delegacia para prestar depoimento.

Segundo o site Forkast, que confirmou a prisão com promotor distrital Choi Sung-kook confirmou, Yoo foi detido a pedido da Procuradoria sul-coreana através de um mandado que permite que a polícia leve suspeitos sob custódia, uma ação da justiça similar a uma condução coercitiva.

Publicidade

Ele tinha função de “chefe de assuntos gerais do Terra” e faz parte de um processo contra Terra e Do Kwon de violação das leis de mercado de capitais do país. A data e o local de sua prisão não foi revelada pela autoridade. Contudo, o nome ‘Yoo’ aparece em uma mandado do dia 14 de setembro contra Kwon.

De acordo com a reportagem, os promotores alegam que Yoo usou programação de bots para inflar e manipular o preço de mercado da criptomoeda da Terra. Ele é supostamente parte do círculo íntimo de Kwon na Terra, ressalta o Forkast.

Sobre a situação de Do Kwon perante as autoridades da Coreia do Sul, a Promotoria conseguiu bloquear US$ 39,66 milhões em criptomoedas que estavam em sua posse, ação que foi negada por ele.

Kwon também teve seu passaporte cancelado nesta semana pelo governo. Como possivelmente ele não está em solo sul-coreano, também não poderá sair de forma regular onde quer que esteja sem o documento.

Publicidade

Na semana passada,ele disse que não estava foragido e que andava pelas ruas e shoppings livremente sem preocupação, porém sem revelar em que região ou país.

Coreia do Sul anulou o passaporte do chefe da Terra, Kwon, e solicitou à Interpol que emitisse um “aviso vermelho” junto com o mandado de prisão, para investigar a queda da stablecoin algorítmica e da criptomoeda irmã da Terra em maio.

No dia 26 de setembro, a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) emitiu um alerta de procurado para Kwon. No momento, seu paradeiro é desconhecido.

Aprenda a ganhar dinheiro com Cripto. Você pode ter acesso a um curso exclusivo com os maiores especialistas em cripto para aprender os fundamentos e as técnicas que te ajudam a navegar nas altas e baixas do mercado. Garanta sua vaga aqui!

VOCÊ PODE GOSTAR
Brad Garlinghouse, CEO da Ripple , posa para foto

Mercado de criptomoedas vai valer US$ 5 trilhões até final do ano, prevê CEO da Ripple

Brad Garlinghouse justifica seu otimismo pelo halving do Bitcoin e um possível impulso regulatório positivo do mercado cripto nos EUA
Uniswap, venture, criptomoedas, investimentos, web3

Manhã Cripto: Token da Uniswap despenca 17% após alerta de processo da SEC e Bitcoin recupera os US$ 70 mil

CEO da Uniswap, Hayden Adams, disse não estar surpreso, “apenas irritado, desapontado e pronto para lutar”
Imagem da matéria: EUA não têm autoridade para processar trades DeFi, diz advogado do hacker da Mango Markets

EUA não têm autoridade para processar trades DeFi, diz advogado do hacker da Mango Markets

Avraham Eisenberg é o trader cripto acusado de drenar mais de US$ 100 milhões da plataforma de negociação Mango Markets
Imagem da matéria: Adolescentes são presos por extorquir investidor de criptomoedas em hotel de luxo

Adolescentes são presos por extorquir investidor de criptomoedas em hotel de luxo

O hotel Harbour Grand Kowloon, em Hong Kong, era frequentemente utilizado para a negociação informal de criptomoedas