Imagem da matéria: Consumo Elétrico com Mineração de Bitcoin Preocupa Islandeses
Usina Geotérmica de Nesjavellir, na Islândia (Foto: Gretar Ívarsson/Wikimedia)

O consumo de energia em data centers dedicados à mineração de criptomoedas na Islândia vem causando preocupações por parte de distribuidores locais de eletricidade. No país, a rede de blockchain já usa a mesma quantidade de energia que quase todas as residências juntas.

Para alguns, a efervescência atual dos criptoativos não garante que tanta dedicação a esse ramo de atividade seja segura ou vantajosa. A mineração consome grande quantidade de energia por necessitar de poderosos processadores de computador e sistemas de refrigeração para mantê-los frios.

Publicidade

Johann Snorri Sigurbergsson, gerente de desenvolvimento de negócios da HS Orka, fornecedora de energia na Islândia, comentou para a Bloomberg que o Bitcoin “provavelmente não estará por aí no futuro” mas espera que os centros de mineração ainda possam ser úteis como incubadoras de outras novas tecnologias.

Na política, o consumo de energia em centros de mineração vem sendo fonte de críticas. O poeta e candidato à presidência derrotado Andri Snær Magnason escreveu artigo para a Vice criticando duramente a atividade.

Mineração de criptomoedas é boa para o planeta como Criptonita é boa para o Super-Homem. Os vilões do mal encontraram a forma mais estúpida de desperdiçar energia.

A Islândia é um dos países mais buscados para grandes mineradores de criptomoedas devido, em parte, à sua matriz energética, baseada na atividade geotérmica mais barata que a maioria dos outros métodos de criação de eletricidade. As baixas temperaturas do país ártico também reduzem os custos, pela menor necessidade de refrigeração.

Até o fim do ano, a Islândia estima que consumirá 100 megawatts para sustentar a necessidade energética.

A ilha sofreu com a dependência econômica em poucos setores. Com a crise bancária de 2008, a bolsa de valores local chegou a cair 70%. Atualmente, o país depende principalmente da pesca, turismo e fundição de alumínio (que também consome muita energia).

Publicidade

Leia também: Foxbit Lança Novo Site, Plataforma Atrasa e Blinktrade vira Rival

BitcoinTrade

A BitcoinTrade é a melhor solução para compra e venda de criptomoedas.
Negocie Bitcoin, Ethereum e Litecoin com total segurança e liquidez.
Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android:
https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem por detrás de uma pessoa algemada

Interpol prende hacker que roubou R$ 260 mil da Polícia de Buenos Aires e lavou fundos com USDT

Liderado por um venezuelano, preso nos EUA, o grupo roubou R$ 8 milhões de entidades argentinas através de um malware de origem brasileira
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
moeda de bitcoin sob nota de dinehiro da nigéria

Tensão entre Binance e Nigéria escala após CEO acusar governo de suborno de R$ 770 mi

Funcionário do governo nigeriano disse que alegações são infundadas e que disputa contra Binance deve ser resolvida na Justiça
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país