Imagem da matéria: Conglomerado do Japão vai lançar fundo com Bitcoin, Ethereum e outras criptomoedas
Foto: Shutterstock

A SBI Holdings, instituição financeira que administra o conglomerado SBI Group do Japão, pretende lançar o primeiro fundo de criptomoedas do país até o final de novembro. De acordo com o Bloomberg, o fundo prevê investimento mínimo de cerca de US$ 9 mil e o cliente deverá estar ciente dos riscos de oscilação de preço que envolvem criptoativos.

Conforme Tomoya Asakura, CEO e presidente da afiliada da SBI Morningstar Japan KK, o novo fundo pode totalizar várias centenas de milhões de dólares em bitcoin, ethereum, XRP, bitcoin cash e litecoin, permitindo aos investidores individuais diversificar ou ampliar seus portfólios.

Publicidade

“Queremos que os clientes as mantenham junto com outros ativos e experimentem em primeira mão como isso pode ser útil para diversificar suas carteiras”, disse Asakura. Ele acrescentou que se esse fundo der certo, outros virão.

Fundo de criptomoedas

A criação do fundo de criptomoedas pela SBI Holdings veio a público agora, mas já era assunto interno havia pelo menos alguns anos, diz a publicação. O motivo não foge a preocupações globais, que as regulamentações mais rígidas em resposta aos ataques cibernéticos e crimes que envolvem o novo setor.

Segundo Asakura, há uma grande percepção de que as criptomoedas são altamente voláteis e especulativas. Ele disse que seu trabalho será de construir um “histórico” para que o público e os reguladores entendam que ao adicionar criptomoedas no portfólio cria-se uma carteira mais resiliente.

“Assim que as pessoas começarem a experimentar, elas entenderão que não estamos recomendando criptomoedas como ferramenta de especulação”, concluiu o diretor ao Bloomberg.

Publicidade

SBI defendeu Ripple da SEC

Em um comunicado no fim do ano passado, a SBI Holdings defendeu a parceira Ripple Labs das acusações da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) de que token XRP é um valor mobiliário. O processo ainda está em andamento nos EUA.

Ao longo dos anos, a companhia também se envolveu com iniciativas no setor cripto, como por exemplo, a criação da exchange VCTrade e do aplicativo para transferências de valores baseado em blockchain MoneyTap em parceria com a Ripple. Ambos projetos foram realizados em 2018.

VOCÊ PODE GOSTAR
Amostra de NFT de tênis da Adidas par ao jogo Move to Earn

Adidas lança NFTs de tênis de R$ 13 mil em parceria com empresa cripto Stepn

A gigante de roupas esportivas Adidas fez parceria com o jogo baseado na rede Solana para lançar alguns tênis virtuais de corrida
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

ETF de Ethereum tem 50% de chance de ser aprovado em maio, diz JP Morgan

O gigante bancário é o último a reduzir suas expectativas em relação à revisão das propostas da SEC para oferecer fundos vinculados ao preço do ETH
Imagem da matéria: Clientes brasileiros da FTX vivem expectativa de pagamento e medo de novos golpes

Clientes brasileiros da FTX vivem expectativa de pagamento e medo de novos golpes

Grupo de brasileiros se unem no Telegram para tentar entender comunicações da massa falida da FTX em meio ao receio de novos golpes
Moeda de Tether (USDT) sob superfície lisa

Tether anuncia reorganização para ir além de sua stablecoin e cria quatro divisões

Mudança em sua estrutura visa ampliar o fornecimento de soluções de infraestrutura focadas na inclusão