Como o CEEK e a Microsoft estão resolvendo Principais questões enfrentadas pelo setor de streaming

As guerras do streaming estão esquentando do Netflix para o YouTube, Spotify e Amazon; hoje todo mundo está transmitindo conteúdo digital.

Somente neste ano, estima-se que a indústria de streaming gere receita de US$ 12,4 bilhões. Talvez um dos maiores problemas enfrentados pela indústria seja a CONFIANÇA. Ainda há muita desconfiança dos criadores de conteúdo que acreditam que essas empresas não estão pagando os criadores de conteúdo de maneira justa. O sistema que contabiliza os pagamentos de royalties é totalmente gerenciado pela empresa, em um sistema próprio que pode ser manipulado em favor da plataforma de streaming, deixando os criadores de conteúdo desconfiados de distribuir conteúdo com base no compartilhamento de receita.

O problema com o streaming on-line

O streaming digital tem muitas vantagens para os consumidores de conteúdo, mas para artistas de música, por exemplo, muitos enfrentam a incapacidade de monetizar seu trabalho em plataformas de terceiros e não têm como verificar pagamentos de royalties.

O modo como geralmente funciona com plataformas de streaming de música é o Artists que concede permissão ao YouTube, por exemplo, para transmitir suas músicas em troca de royalties pagos com base nas vendas de publicidade e, em alguns casos, na visualização de conteúdo. Os artistas, no entanto, não são compensados ​​igualmente pelos gigantes do streaming de música, mesmo que tenham o mesmo número de streams. Alguns artistas são mais recompensados ​​do que outros, dependendo do gênero musical, localização geográfica e outros fatores não divulgados. A falta de transparência na determinação de como os artistas são recompensados ​​é uma questão importante que a indústria da música está tentando resolver.

A disparidade de pagamentos levou a muitas críticas de artistas alegando que eles não estavam sendo justamente compensados ​​por seu trabalho.

A solução

A CEEK VR fez uma parceria com a Microsoft para oferecer vendas de conteúdo e rastreamento de uso na blockchain, além de pagamentos automáticos de proprietários de direitos por meio de contratos inteligentes, para que não haja interferência e discriminação humana sobre quem é pago pelo que transmitir o conteúdo.

Essa empresa inovadora rastreia a venda e o uso de conteúdo no blockchain do razão distribuído criado no Serviço Blockchain do Azure da Microsoft. Graças a essa parceria, o CEEK VR permite a tokenização de tickets inteligentes para criadores de conteúdo, que podem rastrear facilmente a visualização de conteúdo no blockchain. Esse mecanismo garante que os pagamentos de royalties aos artistas sejam baseados em dados confiáveis, facilmente verificáveis ​​em um livro inalterado.

Além disso, os criadores de conteúdo também poderão tokenizar mercadorias e acompanhar as vendas em tempo real através do uso da tecnologia blockchain. Os artistas finalmente poderiam ser bastante compensados ​​por seu trabalho, aumentando sua receita oferecendo acesso a mercadorias autenticadas, apresentações ao vivo e experiências únicas para o público em todo o mundo.

A Microsoft também está desempenhando um papel fundamental na adoção da tecnologia blockchain em várias escalas. Como parte de sua futura oferta de blockchain como serviço, a empresa também fornecerá aos clientes um gerenciador de dados de blockchain projetado para integração de dados em escala corporativa, simplificando o gerenciamento de dados de blockchain em larga escala.

Para mais informações sobre a plataforma, visite www.ceek.com e para mais informações sobre o blockchain, visite Ceek.io.