Imagem da matéria: Coinbase se Autoavalia em US$ 8 Bilhões

A Coinbase, gigante do mercado de câmbio de criptomoedas, se avaliou em US$ 8 bilhões. Essa avaliação aconteceu após a aquisição da startup Earn.com por cerca de US$ 100 milhões, efetivada há duas semanas.

O que mais repercute é o fato de como essa avaliação interna é vista do lado de fora, se é real ou especuladora, visto que a corretora foi avaliada em US$ 1,6 bilhão em agosto do ano passado, valor muito menor que o ‘atualizado’.

Publicidade

Nas últimas semanas, corretores se aproximaram dos investidores da Coinbase para comprar ações. Nesse período, houve valorização de US$ 4,5 bilhões a US$ 6 bilhões.

É fato que a Coinbase continua incrivelmente popular. Seu recente acordo com o banco britânico, Barclays, vai atrair muitos novos clientes do Reino Unido. Mas será que isso é o suficiente para quintuplicar o valor da empresa?

Segundo investidores, desde a oferta até a negociação, a Coinbase informava os valores que pretendia trabalhar após a aquisição. A compra da Earn foi negociada através de ações e também em dinheiro, de acordo com o site Recode.

A Coinbase ainda não se pronunciou, mas é inevitável que a empresa passe em breve por uma avaliação 409A, terceirizada, indispensável após a aquisição de novas ações. O maior problema pode acontecer após os resultados, e assim afetar os seus ‘valores justos’ no mercado.

Publicidade

Após a compra da Earn, o diretor executivo (CEO) da startup passou a exercer a função de chefe de tecnologia (CTO) da Coinbase. A quantidade exata de ações distribuídas a ele e a outros executivos não foram divulgadas. Isto torna ainda mais difícil uma melhor visão de números, visto que as negociações envolveram, dinheiro, ações e criptoativos.

A Earn começou como uma operadora de mineração de bitcoin antes de mudar para startup de serviços de e-mail, oferecendo recompensas para aqueles que responderem avaliações que são geralmente disseminadas em grande massa.

A Coinbase recentemente lançou um fundo de investimento de criptomoedas, o Coinbase Index Fund (CBI) e oferece uma cesta de ativos digitais: Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Litecoin (LTC) e Bitcoin Cash (BCH).

Leia Também: Bitcoin Sofre Pequena Queda; Criptomoedas Operam em Baixa

 

BitcoinTrade

BitcoinTrade é a plataforma mais segura do Brasil para comprar e vender Bitcoin e Ethereum, junte-se agora a mais de 135 mil clientes satisfeitos. Gerencie também suas moedas digitais utilizando nosso aplicativo para dispositivos com iOS ou Android. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube
Bitcoin e grafico de mercado

Traders de Bitcoin miram US$ 74 mil já na próxima semana com nova onda de fluxo positivo para ETFs

Com ETFs registrando quatro dias seguidos de entradas e dados de inflação nos EUA abaixo do esperado, o Bitcoin já começou a retomar a alta e superou os US$ 66 mil
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
Presidente do Banco Central Roberto Campos Neto falando diante de um microfone

Presidente do Banco Central se reúne com MB um dia após anunciar agenda da regulação do mercado cripto

O Banco Central divulgou ontem os próximos passos para a regulação do setor cripto e espera concluir o processo até o final de 2024