O cofundador do Chainlink, Sergey Nazarov, acredita que em 2022 haverá mais adesão institucional às Finanças Descentralizadas (ou DeFi, na sigla em inglês).

Em um bate-papo com Anatoly Yakovenko, cofundador do Solana, durante a conferência Solana Breakpoint em Lisboa, Nazarov disse esperar que o crescimento institucional das DeFi virá por meio de bancos e pelo crescente mercado de tokens não fungíveis (ou NFTs).

Publicidade

“Espero que haja inúmeras coisas referentes a rendimentos DeFi por meio de seu banco, a compra de NFTs em um mercado existente ou algum universo existente de ferramentas para a Web 2.0”, acrescentou.

Além disso, Nazarov previu que haverá “um fluxo de diversas garantias em blockchain”, ou seja, novos mercados para produtos de seguros no blockchain.

“Acredito que o mundo irá, no futuro (provavelmente em 2022), perceber que existe esse grande mercado chamado DeFi”, complementou.

O crescimento das DeFi

Nazarov acredita que 2022 será o ano institucional das DeFi, mas que a indústria DeFi já passou por trancos e barrancos durante 2021.

De acordo com o site DeFi Pulse, existe um total de US$ 113 bilhões de valor total bloqueado (TVL) na indústria DeFi atualmente – uma alta de US$ 26 bilhões desde o início do ano.

Publicidade

Parte desse alto aumento no TVL, segundo Nazarov, pode ser creditado ao PayPal, que virou manchete este ano ao anunciar que clientes agora podem comprar e vender criptomoedas na plataforma.

“Se PayPal fez sua pesquisa e decidiu permitir esse tipo de interação da Web 2.0 com cripto, por que diabos você acha que usuários não vão chegar até você e querer interagir com custódia, DeFi e assim por diante?”, indagou.

DeFi e a regulamentação

O futuro das DeFi parece brilhante, de acordo com Nazarov, mas ainda existem muitos obstáculos regulatórios no caminho. Seu crescimento meteórico no último ano chamou a atenção de reguladores.

Gary Gensler, presidente da Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (SEC), sempre repete que deve haver uma maior supervisão regulatória à indústria DeFi, argumentando que plataformas DeFi podem ser lar de valores mobiliários não registrados.

Em outubro, Gensler afirmou que DeFi “terminarão mal” sem a implementação de proteções necessárias.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
HANDS, memecoin, mãos, rug pull,

Criador de memecoin disse que não tinha mãos, então não conseguiria “puxar o tapete” — ele mentiu

“NoHandsNoRug”, o criador da memecoin HANDS, disse que não aplicaria um rug pull. Adivinha o que aconteceu em seguida?
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas
Arte digital mostra mãos operando um celular que projeta moedas

Como declarar tokens de utilidade no Imposto de Renda 2024?

Entenda como declarar os utility tokens, ativos que dão acesso a serviços específicos
Imagem da matéria: SEC notifica Robinhood de que pretende processá-la por venda de criptomoedas

SEC notifica Robinhood de que pretende processá-la por venda de criptomoedas

“Acreditamos firmemente que os ativos listados em nossa plataforma não são valores mobiliários”, diz diretor da Robinhood