Imagem da matéria: Clientes do banco estão interessados em bitcoin, diz CEO do JPMorgan

“Não sou um apoiador do Bitcoin”, disse Dimon durante a Cúpula do Conselho de CEOs do WSJ na terça-feira (04). “Eu realmente não me importo com Bitcoin. Não tenho interesse nisso. ”

Dimon, no entanto, admitiu que sua opinião sobre o Bitcoin está em desacordo com a dos clientes do JPMorgan, afirmando que, “Por outro lado, os clientes estão interessados ​​e eu não digo aos clientes o que fazer”.

Publicidade

No ano passado, o banco de investimento liderado por Dimon aprovou contas bancárias para as corretoras Coinbase e Gemini, ao mesmo tempo em que operava sua própria moeda digital baseada em blockchain, JPM Coin – uma stablecoin projetada para permitir a transferência instantânea de valor entre titulares de contas bancárias. A moeda JPM é indexada a 1: 1 ao dólar americano.

Além disso, o JPMorgan estabeleceu a Onyx, uma organização guarda-chuva para suas iniciativas de blockchain e moeda digital.

“Blockchain é real, nós o usamos. Então você tem moedas digitais que são 100% apoiadas por ativos reais ”, disse Dimon. “Mas as pessoas precisam lembrar que uma moeda é mantida pela autoridade tributária de um país, o estado de direito, um banco central.”

Quando questionado sobre CBDCs – moedas digitais que estão sendo desenvolvidas por bancos centrais – Dimon disse que eles têm potencial como dinheiro digital para os consumidores, mas ele está preocupado com as implicações para a privacidade do usuário.

De acordo com o banqueiro, os EUA precisam olhar para a privacidade do CBDC de uma maneira diferente do que, por exemplo, a China – que está explorando ativamente os CBDCs em nível nacional e “quer saber o que você faz com seu dinheiro”.

Publicidade

Da negação à aceitação

O JPMorgan tem um histórico de declarações contraditórias sobre criptomoedas. Em setembro de 2017, Dimon afirmou que o Bitcoin “simplesmente não é uma coisa real” e que “eventualmente será fechado”.

Ele até ameaçou demitir qualquer funcionário do JPMorgan encontrado negociando criptomoedas. No entanto, em janeiro de 2018, logo depois que o Bitcoin atingiu a marca de US$ 20.000, Dimon disse que se arrependia de ter feito o comentário.

Em um movimento surpreendente, em outubro de 2020, o banco de investimento declarou que o Bitcoin como reserva de valor está competindo solidamente com o ouro, já que a geração do milênio “se tornaria com o tempo um componente mais importante do universo dos investidores”.

No início deste ano, o estrategista quantitativo do JP Morgan, Nikolaos Panigirtzoglou, sugeriu que o Bitcoin terá que chegar a US$ 146.000 para se equiparar aos níveis de investimentos privados em ouro, acrescentando, no entanto, que uma faixa de preço entre US$ 50.000 e US$ 100.000 “se mostraria insustentável”.

Publicidade

Ainda assim, o envolvimento do banco com o Bitcoin pode ser apenas uma questão de tempo – de acordo com Daniel Pinto, copresidente e COO do JP Morgan, ele simplesmente não terá outra escolha se as criptomoedas se tornarem realmente difundidas.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago