Vista aérea da cidade de Busam, Coreia do Sul
Shutterstock

A prefeitura de Busan, segunda maior cidade da Coreia do Sul, anunciou nesta quinta-feira (21) a criação de uma exchange que não listará criptomoedas e vai operar somente com negociação de commodities tokenizadas em blockchain. Segundo o anúncio, a licitação será realizada em outubro e, portanto, os investimentos virão da iniciativa privada.

“Depois de passar por um processo de oferta pública a partir de meados de outubro, um operador comercial será selecionado em novembro e a entidade será lançada dentro de um ano”, diz o anúncio.

Publicidade

De acordo com a publicação, a “Busan Digital Asset Exchange”, como será nomeada, vai contar com o fornecimento de toda a infraestrutura necessária do governo de Busan, além de apoio administrativo e financeiro.

O objetivo, segundo o governo, é que o novo empreendimento possa transformar Busan em uma cidade com tecnologia blockchain de ponta até até 2026, descrita como “Cidade Blockchain Busan”. A publicação acrescenta ainda que o lançamento público deve ocorrer no primeiro semestre de 2024 e avançar nos anos seguintes.

Inovação com tecnologia Blockchain

Busan também planeja criar um fundo de 100 bilhões de won (cerca de R$ 370 milhões) para apoiar o desenvolvimento da tecnologia que surgiu como Bitcoin, ou seja, a criação de um Fundo de Inovação Blockchain, de acordo com informações do site local News1 Korea.

Em relação ao tipo de protocolo, o News1 afirma que o governo estuda um blockchain aberto como as redes Ethereum e Cosmos.

Publicidade

O motivo de criar uma rede própria seria pelo desconforto dos usuários que já contam com pequenos serviços em blockchain na cidade, como vouchers digitais, gerados em diferentes locais já existentes.

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
Imagem da matéria: Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Grupo criou aplicação para conectar via blockchain produtores de energia e estações de abastecimento, com a mira no mercado de carros elétricos