Imagem da matéria: CIA confirma rumores de que está envolvida em projetos de criptomoedas
Foto: Shutterstock

É só entrar no Reddit que você irá descobrir teorias da conspiração que afirmam que Tom Hanks é um chefão da pedofilia, Bill Gates inseriu microchips nas vacinas contra o coronavírus e a Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA, na sigla em inglês) inventou o bitcoin (BTC).

Ao que parece, a CIA realmente está envolvida com criptomoedas, mesmo que não tenha inventado o bitcoin.

Publicidade

Durante o CEO Summit do Wall Street Journal de terça-feira (7), William Burns, diretor da CIA, admitiu que a agência possui múltiplos projetos para monitorar criptomoedas.

Ao responder uma pergunta sobre a possibilidade de a agência de inteligência conseguir restringir ataques de ransomware que emanam do exterior, Burns disse que seu predecessor “havia encaminhado inúmeros projetos diferentes com foco em criptomoedas e tentou analisar consequências de segunda e terceira ordens, além de ajudar nossos colegas em outros locais do governo americano para fornecer inteligência sólida sobre o que estamos vendo”.

CIA de olho nos ransomwares

Ransomware é um tipo de software malicioso, criado para suspender um computador ou uma rede até o pagamento ser recebido, geralmente em bitcoin ou na moeda de privacidade monero (XMR).

Este ano, ataques interromperam as atividades de um grande oleoduto, uma unidade de processamento de carne e a infraestrutura de empresas de TI.

Em junho, a administração Biden considerou o combate ao ransomware como uma “prioridade” e afirmou que iria usar o rastreamento de criptomoedas para controlá-los.

Publicidade

Burns não esclareceu qual predecessor ele estava se referindo. Outras cinco pessoas lideraram a agência (duas delas em posição interina) nos últimos cinco anos, incluindo John Brennan, Mike Pompeo e Gina Haspel. Ainda assim, a referência mais provável é a seu predecessor imediato: David Cohen.

Cohen, escolhido pelo presidente Biden como diretor interino entre janeiro e março deste ano, havia trabalhado no Departamento do Tesouro, supervisionando o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) e a Rede de Combate a Crimes Financeiros (FinCEN), entidades que alertaram empresas contra o pagamento de ransomware.

Em outras palavras, ele é o tipo de pessoa que faria com que a CIA reunisse informações sobre criptomoedas.

Michael Morell, que atuou como diretor interino da agência em duas ocasiões distintas durante a administração Obama, também enxerga o valor do bitcoin à comunidade de inteligência.

Este ano, Morell chamou a tecnologia blockchain de “dádiva da supervisão” em um relatório publicado pelo Crypto Council for Innovation, liderado pela Coinbase e Square.

Publicidade

O relatório defendia a criptomoeda contra afirmações de que seu principal caso de uso seria facilitar as atividades de organizações criminosas. Em vez disso, a natureza pública das transações torna a blockchain uma “ferramenta forense pouco utilizada para que governos identifiquem atividades ilícitas”.

Burns foi vago em relação ao que exatamente a CIA está fazendo. Por exemplo, está estudando redes ou tentando prejudicá-las? Mas ele acrescentou: “Uma das formas de alcançar ataques ransomware e os deter é ser capaz de atingir redes financeiras que muitas dessas redes criminosas usam e também ir direto à questão das moedas digitais”.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

O autor de um golpe de “envenenamento de endereço” parece estar pensando duas vezes depois de roubar US$ 71 milhões de um grande investidor
Imagem da matéria: Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Memecoins como a EPIK estão se tornando cada vez mais populares no universo das criptomoedas. Isso é bom ou ruim?
Imagem da matéria: Volume de negociação de 'Notcoin' ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Volume de negociação de ‘Notcoin’ ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Jogo Notcoin, baseado no Telegram, lançou mais de 80 bilhões de tokens para cerca de 35 milhões de jogadores em um airdrop
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques