Imagem da matéria: China e Emirados Árabes se juntam a projeto de moeda digital para pagamentos regionais
Foto: Shuttestock

Os bancos centrais da China e dos Emirados Árabes aderiram a um projeto de pagamentos regionais com moeda digital na modalidade CBDC (Moeda Digital do Banco Central) que está sendo desenvolvido por Hong Kong e Tailândia. O anúncio foi feito na terça-feira (23) no site da Autoridade Monetária de Hong Kong em conjunto com o Banco Central tailandês.

O projeto se chama ‘Multiple Central Bank Digital Currency Bridge’ (m-CBDC) e é a segunda parte do ‘Inthanon-LionRock’, um projeto de pesquisa sobre as CBDCs que vem sendo desenvolvido desde 2019. Segundo a nota, o objetivo é usar a tecnologia blockchain para pagamentos regionais em tempo real em várias moedas internacionais.

Publicidade

“Após a união — da China e dos Emirados Árabes — o m-CBDC promoverá ainda mais um ambiente propício para mais bancos centrais na Ásia, bem como em outras regiões, para estudar em conjunto o potencial da DLT no aprimoramento da infraestrutura financeira para pagamentos no exterior”, diz a nota.

Acrescentou, ainda, que o esperado é o alívio em pontos considerados pelas entidades financeiras centrais como problemáticos no que diz respeito a transferências de fundos internacionais Eles foram descritos como pontos de “ineficiências”, com destaque para o “alto custo e conformidade regulatória complexa”.

BIS apoia moeda digital

Ainda de acordo com o comunicado, o m-CBDC tem apoio do Centro de Inovação do Banco de Compensações Internacionais (BIS) em Hong Kong. O BIS, órgão que reúne cerca de 60 bancos centrais, tem mais de 80% dos seus filiados com pesquisas sobre o CBDC em andamento.

O destaque fica para o banco central da China (PBoC) que no mês passado realizou seu terceiro teste-piloto do yuan digital. Nele,  o governo distribuiu em forma de loteria cerca de US$ 3 milhões em yuans a 100.000 moradores de Shenzhen para eles gastarem como quiserem. 

VOCÊ PODE GOSTAR
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
Imagem da matéria: Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

A plataforma peer-to-peer focada na moeda de privacidade Monero (XMR) citou “uma combinação de fatores internos e externos” para sua decisão de fechar as portas
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
Imagem por detrás de uma pessoa algemada

Interpol prende hacker que roubou R$ 260 mil da Polícia de Buenos Aires e lavou fundos com USDT

Liderado por um venezuelano, preso nos EUA, o grupo roubou R$ 8 milhões de entidades argentinas através de um malware de origem brasileira