Imagem da matéria: Campeonato brasileiro de natação tem premiação em criptomoedas
Foto: Divulgação

Começou nesta quarta-feira (09) no Club de Regatas Vasco da Gama (Rio de Janeiro) o Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação 2020 para os Troféus Brasil e Maria Lenk, promovido pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). De acordo com a entidade, algumas provas do Troféu Brasil vão contar com a premiação em criptomoedas que serão feitas pela corretora Mercado Bitcoin, patrocinadora oficial da competição.

Segundo a publicação, o Troféu Brasil marca o retorno das competições nacionais de forma presencial em 2020. Originalmente, o evento era realizado no mês de abril, mas por conta da epidemia do coronavírus a competição teve que ser reconfigurada.

Publicidade

Para isso, diz a entidade, a competição teve limite de inscritos (289 atletas) e terá duros protocolos de prevenção à proliferação da Covid-19. “A CBDA elaborou um rigoroso protocolo para evitar ao máximo a contaminação de atletas, treinadores e todos os envolvidos na competição”, ressaltou.

Segundo o diretor de natação Eduardo Fischer, há uma boa expectativa para o evento por conta da ansiedade dos atletas que puderam voltar aos treinos recentemente. “Estão muito motivados”, disse em nota.

Criptomoedas na natação

De acordo com a Confederação, a premiação em criptomoedas vão para as seguintes provas:

Skin Masculino

1º lugar: R$ 4.000,00

2º lugar: R$ 1.500,00

3º lugar: R$ 1.000,00

4º lugar: R$ 500,00

Skin Feminimo

1º lugar: R$ 4.000,00

2º lugar: R$ 1.500,0

3º lugar: R$ 1.000,00

4º lugar: R$ 500,00

Revezamento do 4×50 Livre Mixed

R$ 10.000,00 para a equipe vencedora, sendo R$ 2.500,00 por atleta;

Melhor Índice Técnico Masculino – R$ 3.000,00

Melhor índice Técnico Feminino – R$ 3.000,00

Ainda de acordo com a CDBA, o Troféu Brasil será seletiva para a formação da seleção brasileira que irá ao Campeonato Sul-Americano de Buenos Aires, adiado para 2021.

A Seleção será formada por atletas com menos de 20 anos, com o objetivo de dar experiência internacional para os jovens nadadores do Brasil.

Publicidade

Os resultados online das competições e o andamento de todas as provas podem ser acompanhados neste link.

Mercado Bitcoin e Vasco da Gama

No mês passado, a Mercado Bitcoin e o clube carioca Vasco da Gama fecharam uma parceria para tokenizar os direitos do mecanismo de solidariedade da Fifa, que remunera os clubes formadores de atletas.

A parceria irá contar com 12 atletas, oriundos de sua categoria de base. No total serão 500.000 mil ‘vasco tokens’ emitidos pela MB Digital Assets que poderão alcançar valor superior a R$ 50 milhões. Na ocasião da parceria, a corretora adiantou R$ 10 milhões ao Vasco.

Na terça-feira (08), a corretora liberou para o público as negociações do ativo digital do Vasco a um preço de R$ 100 por token. Os tokens, chamados de MBVASCO01, estão “conectados” a 12 jogadores do clube carioca. Dentre eles, Luan Garcia do clube paulista Palmeiras e Philippe Coutinho do Barcelona (Espanha).

VOCÊ PODE GOSTAR
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

Trader transforma R$ 2 mil em R$ 17 milhões graças ao triunfo da Pepecoin (PEPE)

Ao comprar a memecoin após o lançamento, o trader teve um ganho de 7.368x no investimento
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Estudo mostra que 61% dos investidores brasileiros não pretendem vender Bitcoin

Pesquisa realizada pela Bitget releva otimismo pós-halving do Bitcoin
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem
Celular com logo do Pix sob bandeira do Brasil

Pix: Um catalisador para o futuro das finanças descentralizadas no Brasil? | Opinião

Para o autor, o Pix, combinado com os princípios das finanças descentralizadas e conceitos de dinheiro programável, poderia abrir caminho para uma nova era de inovação financeira