Imagem da matéria: Brasileiros lançam livro sobre Bitcoin: "É um bote salva-vidas contra abusos de governos"
Foto: Shutterstock

Dois brasileiros escreveram em parceira e lançaram no início de outubro o livro “Bitcoin Red Pill: O Renascimento Moral, Material e Tecnológico”. Conforme os autores Renato Amoedo e Alan Schramm, trata-se uma introdução aos conceitos do Bitcoin e de como ele pode ser usado contra os abusos dos governos.

O livro aborda vários debates e fenômenos acerca do cenário econômico pós-Bitcoin — dos golpes de pirâmide ao enfrentamento do totalitarismo.

Publicidade

Em síntese, o Bitcoin Red Pill pode ser considerado um passo a passo para adoção da criptomoeda e também um guia de como se proteger de golpistas e da tributação autoritária de governos.

“É um resumo do que suamos anos para aprender”, disse Amoedo ao Portal do Bitcoin.

“O Bitcoin cuidou de nós e agora é a hora de fazer nosso trabalho de formiguinha devolvendo”, acrescentou.

‘Bote salva-vidas’

Conforme resumiu Amoedo, o livro passa mais tempo discutindo quais os inimigos a enfrentar do que as armas para usar.

De acordo com a síntese do livro, o objetivo é apresentar ao leitor alternativas para enfrentar cenários (sociais e econômicos) complexos e pouco animadores.

“Assim como a religião foi separada do Estado, o Bitcoin pode separar o governo do controle do dinheiro”, diz uma das premissas.

Publicidade

Segundo os autores, o Bitcoin é o primeiro meio não violento que promove a manutenção da propriedade privada. Ao mesmo tempo, retira o indivíduo das mãos do governo — do monitoramento e da tributação involuntária.

O ´Bitcoin Red Pill’ é, na visão do especialista, um convite um futuro: “Se ama sua liberdade ou sua família, tenha bote salva-vidas”.

Capa do ebook ‘Bitcoin Red Pill: O Renascimento Moral, Material e Tecnológico’. Reprodução/Loja kindle

Bitcoin não é dólar nem ouro

No livro, o Bitcoin recebe um conceito diferente de toda as moedas existentes. Segundo os autores, as moedas fiduciárias existentes viraram pó ao longo do tempo. O destaque ficou para o dólar americano e o ouro, que é considerado uma reserva de valor.

“Uma onça de ouro era 20 dólares em 1932, em 2020 passou de 2000. 99% de perda em menos de 90 anos. Um grama de ouro era menos de 12 reais em 1994 e hoje vale mais de 340”, argumentou.

Publicidade

Para os autores, o declínio de um civilização começa quando sua moeda começa a ruir.

O ‘Bitcoin Red Pill’, ou ‘Bitcoin, a pílula vermelha’, em português — uma alusão à franquia de ficção científica ‘Matrix’ — está à venda na Loja Kindle da Amazon no formato digital. Em novembro, segundo Amoedo, o livro também será lançado no formato impresso.

Para comprar o livro, clique aqui.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: 5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

Apesar da recente queda do mercado de criptomoedas, vários catalisadores oferecem uma oportunidade para os investidores de longo prazo que buscam um alívio
Moedas de bitcoin empilhadas em formato de torre

Alta do Bitcoin vai além de Trump e fundamentos mostram possível forte recuperação, diz analista

Beto Fernandes, analista da Foxbit, afirma que os próprios fundamentos do Bitcoin explicam a valorização e ressalta relação oferta e demanda
Imagem da matéria: Usuários da 99Pay têm chaves PIX vazadas, alerta Banco Central

Usuários da 99Pay têm chaves PIX vazadas, alerta Banco Central

Também foram potencialmente expostos dados como nome do usuário, CPF com máscara, instituição de relacionamento, agência e número da conta
Moeda dourada de Bitcoin (BTC) sobre um gráfico de preço com candles indicando queda nos preços

Semana Cripto: Queda do Bitcoin derruba principais altcoins enquanto memecoins políticas permanecem voláteis

Bitcoin e Ethereum desabam em meio a narrativas sobre Mt. Gox e BTCs do governo da Alemanha