Imagem da matéria: Brasil e Alemanha estabelecem cooperação tecnológica que inclui blockchain
Foto: Shutterstock

Os governos do Brasil e da Alemanha vão estabelecer uma cooperação bilateral na área digital através de um plano de trabalho que envolve três áreas de cooperação: governança da internet e políticas de dados; tecnologias emergentes, como blockchain; e oportunidades e modelos de negócios digitais, segundo nota do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) na terça-feira (16).

O plano, cuja execução começa neste ano e no decorrer de 2022, foi adotado pelos dois países durante o 1º Diálogo Digital Brasil-Alemanha que ocorreu de forma online no mesmo dia, entre representantes do MCTI e do Ministério Federal de Assuntos Econômicos e Energia da Alemanha (BMWi).

Publicidade

O intercâmbio, segundo o Ministério, foi estabelecido em setembro de 2019, por meio de uma declaração de intenção conjunta assinada pelos dois governos. “É um ponto de partida para que a gente possa abrir uma janela permanente de diálogo com os alemães na área digital”, disse no comunicado o Secretário de Empreendedorismo e Inovação substituto do MCTI, José Gontijo.

Considerando a Alemanha um dos líderes no setor no continente europeu e o Brasil, na América Latina, Gontijo ressaltou que a parceria poderá propiciar uma contribuição entre os dois países em diversas áreas. Dentre elas, as da chamada indústria 4.0, como por exemplo Inteligência Artificial, Internet das Coisas (IoT), Big Data, computação em nuvem e a tecnologia Blockchain.

Apoio a startups e blockchain

O plano prevê também o apoio a pequenas e médias empresas (PMEs), a startups; trabalhadores qualificados; economia de plataforma; padronização internacional; indústria 4.0; e tecnologias e aplicações em redes 5G.

O diretor-geral de política digital do setor de Inovação do BMWi, Stefan Schnorr, disse que está confiante que o ‘Diálogo Digital Brasil-Alemanha’ será um catalisador de inovação e digitalização.

Publicidade

“Estamos no início de uma grande cooperação entre nossos países na área digital. Vamos dar sequência a esse plano de trabalho nos próximos meses”, comentou.

Ainda segundo a nota do Ministério, neste primeiro encontro virtual, os tópicos abordados foram fluxo livre, política e proteção de dados, além de tecnologias emergentes e modelos de negócios digitais.

A abertura do evento contou também com a participação do Embaixador do Brasil na Alemanha, Roberto Jaguaribe, e do Embaixador da Alemanha no Brasil, Heiko Thomas.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024