Imagem da matéria: Bolsonaro faz reunião no metaverso com ministro das Comunicações; assista
Bolsonaro durante reunião no metaverso (Foto: Reprodução)

O presidente da República Jair Bolsonaro fez nesta sexta-feira (5) sua primeira reunião por meio do metaverso. O encontro foi com o ministro das Comunicações, Fábio Fária, que falou da Califórnia (EUA) com o chefe do Executivo, que estava em no Palácio da Alvorada em Brasília.

A reunião foi documentada e divulgada pelo ministro Faria em seu perfil no Twitter. “Diretamente da Califórnia nos reunimos com o PR [Presidente da República] para experimentar um outro nível de conexão no Metaverso. O futuro chegou, e estamos acompanhando”, escreveu o chefe da pasta de Comunicações.

Publicidade

“Queria deixar claro que desde o começo do nosso governo em 2019 nós baixamos, praticamente zeramos, varios equipamentos que são usados pelos gamers no Brasil. Nós sabemos que o número de pessoas que jogam games no Brasil e no mundo é fantástico. Principalmente entre jovens e mulheres”, disse Bolsonaro no vídeo divulgado.

Veja abaixo o vídeo do presidente no metaverso:

VOCÊ PODE GOSTAR
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo