Imagem da matéria: Bolsonaro e Lula levam batalha eleitoral para o mercado de NFTs
Coleção de NFTs no OpenSea aposta em mistura caótica dos elementos políticos (Foto: Reprodução/OpenSea)

Faltando menos de dois meses para a eleição presidencial no Brasil, a disputa entre os dois candidatos com maior pontuação nas pesquisas de intenção de voto está entrando em um campo inédito: os NFTs, ou tokens não-fungíveis.

No OpenSea, o maior mercado de NFTs do mundo, Jair Bolsonaro (PL) e Lula (PT) estão inspirando uma série de obras de arte digitais.

Publicidade

A busca pelo termo “Bolsonaro” retorna com 2.646 itens. O mais caro é uma peça crítica ao atual presidente: um desenho de um palhaço com uma faixa presidencial, intitulada “Bolsonaro Bozo”, com um lance mínimo de 22 ETH, o equivalente a cerca de R$ 215 mil.

O autor dessa obra parece mirar mais na rejeição do que na aprovação dos políticos. “Bolsonaro Bozo” é parte de uma coleção chamada “Presidenciáveis”, que tem outras duas obras: uma paródia de Michel Temer (“Temer Vampirão”) e outra de Lula (“Lula preso politico”). A imagem do petista é ainda mais cara, com um lance mínimo de 30 ETH, ou R$293 mil.

Na escala de preços mais caros de NFTs sobre Bolsonaro, aparece na sequência um cartaz do presidente com lance mínimo de 17 ETH, ou R$ 166 mil.

Veja abaixo:

Já a busca por “Lula” é mais complicada, pois acaba apresentando muitas obras que não são sobre o candidato (junto com as centenas de obras sobre o petista aparecem desde obras sobre um personagem do desenho Bob Esponja até ilustrações abstratas).

Publicidade

Duas obras sobre o ex-presidente são destacam pelo preço. A mais cara são imagens de selos feitos com uma caricatura, tendo lances de 14 ETH (R$ 136,8 mil); na sequência vem uma coleção de camisas virtuais chamada “U2 supports Lula president”, com preços iniciais de 13 ETH (R$ 127 mil).

Veja abaixo:

Bolsonaro em cores saturadas

Outras peças em exibição no OpenSea chamam a atenção pelas cores. Na área do presidente Jair Bolsonaro, destaca-se uma série feita pela artista “crntecnologia“: são três imagens com um tratamento de saturação de cores de Bolsonaro em um discurso com o brasão da República e a bandeira do Brasil atrás.

Todas estão sendo vendidas por um lance mínimo de 0,1 ETH (R$ 980) e os interessados tem até o dia 9 de janeiro de 2023 para fazer uma proposta. Esses NFTs estão registrados na blockchain Polygon.

Os três NFTs de Bolsonaro que estão listados pelo maior lance mínimo no OpenSea (Foto: Reprodução/OpenSea)

Lula à la Warhol

Já o ex-presidente tem como destaque uma ilustração que copia a técnica de reprodução de Andy Warhol: vários Lulas em quadrantes separados, com contrastes e cores diferentes – a mesma imagem usada nas camisas virtuais da coleção já citada)

Publicidade

A obra é do artista henriquesatriani e tem um lance mínimo de 0,01 ETH (R$ 97). As propostas podem ser feitas até o dia 10 de setembro e o registro é na blockchain Polygon.

Obra com a imagem de um Lula mais novo remonta técnica criada por Andy Warhol (Foto: Reprodução/OpenSea)

Aposta na polarização

Mas as obras do OpenSea sugerem que uma das chaves para conquistar engajamento está em insuflar antagonismos. É algo que parece inspirar o usuário “BrasilCare”, responsável pela coleção Lula vs Bolsonaro.

São 263 itens que atiram para todos os lados. A base é a mesma: um desenho dos políticos. O que muda é o cenário e a vestimenta de ambos. Vários são óbvios: Lula com um broche do Sistema Único de Saúde e Bolsonaro com a bandeira do Brasil, por exemplo.

Mas o interessante para o criador parece ser a aposta no caos: Lula com a camisa do Bolsonaro e vice-versa, ou até mesmo uma imagem do atual presidente com uma bandeira com a cores do movimento LGBTQI+: uma pauta identitária da qual o político se mostra contrário.

Coleção “BrasilCare” aposta no embaralhamento dos signos de cada candidato (Foto: Reprodução/OpenSea)

A grande maioria dos artigos dessa coleção está com um lance mínimo de 0,009 ETH (R$ 87) e o prazo para as propostas se encerra entre os dias 22 e 26 de dezembro deste ano.

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Pessoa inserindo chip no celular

Justiça manda TIM pagar R$ 21 mil a cliente que teve celular clonado e perda de criptomoedas

A partir da clonagem do celular, os invasores tiveram acesso ao email e posteriormente a uma carteira cripto na Binance
tornado cash 1

Desenvolvedor do Tornado Cash é condenado a 5 anos de prisão por lavagem de dinheiro

“O Tornado Cash, em sua natureza e funcionamento, é uma ferramenta destinada a criminosos”, disse um dos juízes ao condenar Alexey Pertsev
Imagem por detrás de uma pessoa algemada

Interpol prende hacker que roubou R$ 260 mil da Polícia de Buenos Aires e lavou fundos com USDT

Liderado por um venezuelano, preso nos EUA, o grupo roubou R$ 8 milhões de entidades argentinas através de um malware de origem brasileira
Imagem da matéria: Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do "Rei do Bitcoin"

Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do “Rei do Bitcoin”

Nova operação da Polícia Federal visando fraudes no portos do Paraná revelou uma curiosa ligação entre o irmão do Roberto Requião e um dos maiores piramideiros do Brasil