Imagem da matéria: Black Friday: 5 estratégias inteligentes para aproveitar e evitar compras por impulso
Foto: Shutterstock

Apesar de muita gente não acreditar na Black Friday e chamá-la de ”Black fraude“, com planejamento é possível sim conseguir bons descontos e otimizar o seu orçamento. 

Dica número 1 — Faça uma listinha de desejos com antecedência 

Pode parecer simples, mas isso faz toda a diferença. Durante a Black Friday os anúncios aumentam muito, recebemos ofertas tentadoras o tempo inteiro e corremos o risco de comprar algo desnecessário, somente por impulso.  

Publicidade

É fritadeira elétrica de um lado, celular de outro, viagens pipocando na tela. Fazer uma listinha de desejos, bem pensada, com coisas que você realmente quer e precisa, ajuda muito a evitar as tentações.  

2 — Otimize o seu orçamento 

Aproveite a Black Friday para comprar as coisas que você usa no dia a dia ou produtos que já iria comprar de qualquer maneira, como por exemplo cápsulas de café ou itens de limpeza. A maioria dos supermercados também entra na onda do Black Friday, onde é possível encontrar ótimas ofertas.  

3 — Aproveite a Black Friday para comprar os presentes de natal 

A véspera de Natal é sempre uma correria, parece que uma ansiedade coletiva toma conta. Por isso, aproveite a Black Friday para antecipar as suas compras de Natal, assim você se planeja e se organiza com calma e ainda economizando muito dinheiro. 

Comprando os presentes de Natal com antecedência, você vai ficar tranquilo e com os presentes embrulhados na época mais caótica do ano, aguardando apenas a ceia enquanto observa as pessoas enlouquecidas. 

Publicidade

Dica extra: a Black Friday é uma ótima época para comprar livros, que são uma ótima opção de presente de Natal para qualquer pessoa. Além disso, é sempre muito divertido escolher livros para presentear amigos e familiares. 

4 — Use e abuse dos programas de cashback 

Existem empresas especializadas em cupom de desconto e cashback que têm parceria com várias lojas grandes. Para usar essas plataformas e os benefícios, basta efetuar um cadastro e acessar a loja parceira através do site ou aplicativo da empresa. 

Assim, além do desconto da Black Friday, você tem um desconto extra através do cashback oferecido. Durante a Black Friday, as campanhas costumam ficar ainda mais atrativas. 

5 — Tática do boleto 

Eu sempre prefiro o pagamento com o cartão de crédito, devido aos benefícios oferecidos. Ele oferece a opção de parcelamento e acúmulo de milhas.

Publicidade

Mas durante a Black Friday, as campanhas de marketing cada vez mais agressivas, despertam gatilhos de urgência e escassez. Percebi que muitas vezes acabava comprando algo sem ter certeza se eu realmente precisava do produto. A compra era motivada pelo medo de acabar ou perder a promoção. 

Então eu desenvolvi uma estratégia. Quando estou na dúvida da compra, nem que seja 1% de dúvida, eu escolho a opção de pagamento com boleto.

Fazer a compra no boleto, faz com que eu tenha alguns dias para pensar e verificar se eu realmente preciso do produto, sem correr o risco de perder a oferta. Isso porque quando a promoção é de verdade, acaba rápido. 

Através dessa estratégia, eu consigo ganhar um tempo para pesquisar em todas as lojas até encontrar a melhor oferta. Se acontecer de encontrar outra melhor ou desistir da compra, eu deixo o boleto expirar e a compra é automaticamente cancelada ou não efetuada. 

Não deixe que a Black Friday vire uma “Broken Friday”. Crie uma meta de gastos para as compras, assim não corre o risco de estourar o orçamento e se endividar. 

Publicidade

Além disso, é sempre bom lembrar da dica do mestre Julius: “Se você não comprar nada, o desconto é maior”. 

Caso tenham dicas da Black Friday, compartilhe com a gente nos comentários. 

Boas compras!

Sobre a autora

Marina Luz, CFP®, é economista, com experiência de 8 anos no mercado financeiro e trabalhou no Itaú BBA. É especialista em finanças pessoais e mantém o canal no Youtube Mais Dinheiros, sobre educação financeira e investimentos

VOCÊ PODE GOSTAR
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais