Imagem da matéria: Bitfinex libera depósitos em moeda fiduciária após suspensão de quase uma semana
(Foto: Pixabay)

Depois de quase uma semana com o recebimento de depósitos em moeda fiduciária paralisado, a Bitfinex, uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo, anunciou na tarde desta terça-feira (16) um novo e melhorado sistema de depósito fiat.

De acordo com o comunicado no site da bolsa, o novo sistema recebeu característica de resiliente,  ou seja, mais forte e portanto invulnerável.

Publicidade

“Hoje estamos introduzindo um novo sistema de depósito fiat melhorado e cada vez mais resiliente para o envio de moedas fiduciárias à Bitfinex. Esse novo processo permitirá que usuários verificados pelo KYC de todo o mundo iniciem depósitos em dólar, libra esterlina, iene e euro novamente”, diz o comunicado.

A empresa explicou como proceder a partir de agora. O usuário que desejar realizar um depósito em moeda fiduciária na exchange terá que criar uma solicitação de depósito para indicar o interesse.

Através deste pedido, o usuário deverá especificar o valor exato e a moeda que deseja depositar.O usuário receberá, então, num prazo que poderá levar até 48 horas, uma notificação de depósito com detalhes bancários específicos da transação do indivíduo. Depois destes trâmites, o ele poderá iniciar o depósito com base nas informações recebidas através da citação.

A empresa deixa claro que todo o processo até a efetivação da transação para validação pode levar de 6 a 10 dias úteis.

Publicidade

O valor mínimo para depósito em fiat é de US$ 10 mil, segundo a nota. A taxa de processamento sobre esse valor é de 0,100%, um percentual já aplicado pela empresa e conhecido de seus usuários.

A Bitfinex finalizou o comunicado com a seguinte declaração:

“Acreditamos que esse sistema seja significativamente mais robusto de que de nossos concorrentes, que junto com apoiadores atacam constantemente nossa empresa. Essas campanhas recentes só nos farão melhores e mais fortes”.

Na semana passada a empresa havia suspendido temporariamente, sem especificar um motivo, depósitos fiduciários nas quatro moedas acima citadas, alegando que o serviço retornaria em uma semana.

A ação deu-se em resposta a diversas especulações que estavam rondando a empresa, que foi acusada de insolvência.

Na última sexta-feira (12), a Bitfinex negou as acusação de falência e mostrou suas carteiras offline com bilhões de dólares em bitcoin, ethereum e EOS.

Publicidade

Ela criticou os artigos que estavam sendo publicados na rede social Medium que alertavam sua insolvência. No entanto, ela disse que essa ações negativas para prejudicá-la não mudariam a realidade.

“Um fluxo constante de artigos no Medium alegando o contrário não vai mudar isso”, disse a empresa na ocasião.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br
Siga também o nosso Instagram com análises diárias.

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
Imagem da matéria: Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

A plataforma peer-to-peer focada na moeda de privacidade Monero (XMR) citou “uma combinação de fatores internos e externos” para sua decisão de fechar as portas
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas