Imagem da matéria: Bitcoin tem chance ser uma bolha e explodir, diz relatório
(Foto: Shutterstock)

O resumo de um estudo divulgado na última terça-feira (09) pela empresa de pesquisa do Reino Unido, Juniper Research, diz que a falta de valor intrínseco do bitcoin indica futuros tormentos a ponto da maior das criptomoedas se transformar em uma bolha a explodir.

O relatório, elaborado pelo diretor de pesquisa da empresa, Windsor Holden, abordou questões sobre as perspectivas de longo prazo do bitcoin, incluindo fatores que o impedem de uma adoção em massa, como a regulação por parte das agências regulatórias, por exemplo.

Publicidade

Ele resumiu:

“Bitcoin não tem valor intrínseco. Como qualquer ativo, vale a pena quando há alguém preparado para pagar, mas não tem sentido ou existência além disso. É uma bolha, e há grande possibilidade dela estourar num futuro próximo”, diz um trecho do relatório.

Desafios do Bitcoin

Intitulado ‘O Futuro da Criptomoeda: Bitcoin & Altcoin Tendências e Desafios 2018-2023’, o estudo observou que tanto os volumes quanto os valores de transações diárias caíram drasticamente desde que atingiram suas máximas no final de 2017.

Mostrando dados para comparação, a análise revela que o volume de transações diárias foram em média de 360 mil, bem acima das atuais 230 mil transações anotadas por Holden para o mês de setembro deste ano.

Já os valores diários de transação atingiram mais de US$ 3,7 bilhões no final do ano passado, muito superior às atuais transações diárias, que é de aproximadamente US$ 670 milhões (anotadas pelo diretor no mesmo período).

Publicidade

Para tal fim, vários fatores foram indicados como responsáveis pela queda do bitcoin e das criptomoedas. Entre eles, a própria economia global fragilizada por conta de  conflitos comerciais entre os Estados Unidos e a China e também das incertezas do Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia) em torno do setor criptoeconômico.

O estudo também alega que se o Bitcoin não puder obter ganhos em circunstâncias tão favoráveis, é improvável que ele prospere quando esses problemas forem resolvidos.

Outros fatores responsáveis pela peleja do criptoativo, são as restrições impostas pelos governos às exchanges de criptomoedas, bem como as proibições de publicidade que foram feitas por empresas de tecnologia como o Twitter e o Google, aponta a análise.

Além disso, a proibição do uso de cartões de crédito, como os da VISA por exemplo, para a compra de bitcoins e criptomoedas imposta por várias instituições e bancos também afetaram o novo mercado, diz o relatório.

Publicidade

Por outro lado, a gigante dos cartões de crédito, Mastercard, tem constantemente registrado pedidos de patente no Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO).

Em um dos documentos dessa ‘empreitada’ da empresa consta que o sistema vai gerenciar ‘reservas fracionárias no blockchain’, o que permitiria transações de Bitcoin em cartões de crédito, um meio de pagamento certamente muito esperado pelos consumidores entusiastas das criptomoedas.


Procurando o melhor lugar para fazer seus trades?

A Huobi, exchange líder em ativos digitais, chegou ao Brasil! Crie sua conta em menos de 1 minuto. Plataforma em português, mais de 150 altcoins, taxa de apenas 0,20%, liquidez e muita segurança, acesse: https://www.huobi.com/

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) estaciona em US$ 66 mil com menor apetite por risco e criptomoedas ganham espaço em carteiras de brasileiros

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) estaciona em US$ 66 mil com menor apetite por risco e criptomoedas ganham espaço em carteiras de brasileiros

Bitcoin e Ethereum andam de lado, enquanto algumas altcoins registram ganhos em um dia de perdas para os índices acionários globais
moeda de bitcoin ao lado de tela com sigla NFT

Binance vai encerrar suporte a NFTs baseados no Bitcoin 

Com o fim do suporte para Ordinals, a Binance aconselha os usuários a transferir esses ativos para fora da plataforma
Casa à beira de rio no Butão

Governo de Butão vai intensificar mineração de Bitcoin no Himalaia com investimento de R$ 2,5 bi

O governo do país asiático vai apostar em hardwares de ponta para compensar os efeitos do halving do Bitcoin que acontece este mês
moeda de Bitcoin à frente do logotipo do Goldman Sachs

ETF de Bitcoin da BlackRock ganha apoio de gigantes de Wall Street, como Goldman Sachs e Citadel

O sucesso dos ETFs de Bitcoin está forçando até os céticos das criptomoedas a clamarem por um espaço no setor