Imagem da matéria: Bitcoin supera os US$ 64 mil e flerta com recorde histórico de preço
Foto: Shutterstock

A escalada de preços do Bitcoin (BTC) continua a todo vapor na manhã desta quarta-feira (20) em que o mercado reage a estreia de sucesso do primeiro ETF vinculado ao bitcoin da história dos EUA.

A criptomoeda atingiu um topo de US$ 64.430 na noite passada (19) e, por muito pouco, não ultrapassou a máxima histórica de US$ 64.860, registrada em abril.

Publicidade

Nesta quarta-feira, o bitcoin continua próximo do importante nível, com um leve recuo para US$ 63.810 mas ainda em alta de 2,5% nas últimas 24 horas, segundo o CoinMarketCap. Nas corretoras brasileiras, o ativo é encontrado por volta de R$ 357 mil, como mostra o Índice do Portal do Bitcoin.

Embora o BTC não tenha superado o recorde no dólar e nem no real — nesta terça (19) o BTC chegou a atingir R$ 358 mil, pouco abaixo do recorde de R$ 376 mil —, o ativo foi capaz de ultrapassar as máximas frente a moedas como o euro, iene japonês e dólar australiano.

O bom desempenho da moeda é motivado pelo lançamento do ETF de futuros de bitcoin da ProShares na Bolsa de Valores de Nova York. Por volta do meio-dia, os investidores começaram a negociar o ETF por um preço de abertura de US$ 40,88 e, no final do dia, o fundo chegou a US$ 41,94, movimentando um volume de pouco mais de US$ 1 bilhão. 

O número torna o ETF de bitcoin o segundo mais negociado no dia da abertura na história da NYSE. Aliás, o analista da Bloomberg, Eric Balchunas, avalia que esse foi o maior primeiro dia de qualquer ETF em termos de volume “natural”, ou seja, que não foi impulsionado por um investidor gigante pré-planejado.

Publicidade

Como visto nos preços e na demanda do mercado por esse tipo de produto, a estreia do ETF é um marco de grande importância para o bitcoin e deve atrair ainda mais capital para o setor.

Altcoins voltam para o verde

As criptomoedas que mais valorizam hoje entre as 100 principais do mercado são duas vinculadas a exchange: a OKB em alta de 22,7% e a Huobi Token (HT) que sobe 10,3%.

A Binance Coin (BNB), no entanto, está em queda de 0,4% no dia, sendo negociada por volta de US$ 485. A Dogecoin (DOGE) é a segunda criptomoeda do Top 10 que acompanha a BNB no vermelho, recuando 1,4%.

Já outras altcoins importantes operam em leve alta na manhã desta quarta, incluindo Ethereum (+1,8%) XRP (+1,4%) e Solana (+0,9%) e  Cardano (+0,2%).

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de moeda NOT dourada com logotipo do jogo Notcoin do Telegram

Notcoin salta 25% na semana e é a criptomoeda com melhor desempenho no top 100

Apesar dos ganhos recentes de 25%, a volatilidade ainda dita o tom do Notcoin (NOT)
moeda de bitcoin ao lado de celular com logo da mt gox

Despejo da Mt. Gox ameaça muito mais o Bitcoin Cash do que o Bitcoin, diz analista

Ao todo, os clientes da Mt. Gox terão para receber US$ 9,5 bilhões em Bitcoin e US$ 73 milhões em Bitcoin Cash
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Manhã Cripto: Trump vai participar da maior conferência de Bitcoin do mundo

Donald Trump estará na Bitcoin Conference 2024, que acontece em Nashville no final deste mês
Imagem da matéria: PF derruba quadrilha que enviou R$ 1,6 bilhão para exterior com uso de criptomoedas e doleiros

PF derruba quadrilha que enviou R$ 1,6 bilhão para exterior com uso de criptomoedas e doleiros

Estima-se que foram importados para o país mais de 500 mil telefones celulares pela organização criminosa nos últimos cinco anos