Imagem da matéria: Bitcoin se aproxima dos US$ 7.000 e criptomoedas disparam
(Foto: Shutterstock)

O Bitcoin segue em alta e, durante a madrugada de sábado (11), foi negociado próximo aos US$ 7.000. Às 8:00, horário de brasília, a criptomoeda é negociada a US$ 6.810. No Brasil, de acordo com o IPB, o BTC é cotado a R$ 27.176.

Ao renovar a máxima anual, o Bitcoin também atingiu o maior preço desde setembro de 2018. No ano, o BTC já acumula valorização de 90%.

Publicidade

De acordo com o Coinmarketcap, US$ 24 bilhões foram negociados em BTC nas últimas 24 horas, o maior volume registrado em 2019.

O Bitcoin conseguiu romper os US$ 6.400 de forma relativamente fácil. Essa faixa de preço era considerada muito importante pois foi onde o BTC mais foi negociado durante o ano de 2018 e poderia representar uma forte resistência. Analistas afirmam agora que o Bitcoin finalmente entrou de volta em um mercado de alta.

No lado fundamentalista, Barry Silbert, fundador e CEO do Digital Currency Group, disse que o volume negociado do Bitcoin Investment Trust (GBTC) ultrapassou os US$ 50 milhões na sexta-feira (10), tornando-se a ação mais negociada na OTC Markets.

O GBTC é utilizado principalmente por investidores credenciados para investir em bitcoin em um ambiente transparente e regulado.

O fluxo constante de capital institucional nos últimos 12 meses, como visto no relatório anual da Grayscale de 2018, e a recém-divulgada pesquisa da Fidelity sugerem que um número crescente de investidores credenciados e institucionais está se comprometendo com o mercado.

Publicidade

“De acordo com a pesquisa, cerca de 22% dos investidores institucionais já têm alguma exposição a ativos digitais, com a maioria dos investimentos sendo feitos nos últimos três anos. Quatro em cada dez entrevistados dizem que estão abertos a futuros investimentos em ativos digitais nos próximos cinco anos”, diz o relatório da Fidelity Digital Assets.

Criptomoedas em alta

Acompanhando o movimento do Bitcoin, os principais criptoativos do mercado também operam em alta nas últimas 24 horas.

Bitcoin Cash, Litecoin, Cardano e Tezos têm ganhos superiores a 10%. Ethereum e Ripple operam com ganhos de 9,6% e 4,3% respectivamente.

Somando todos os ativos, mais de US$ 74 bilhões foram negociados nas últimas 24 horas, de acordo com o Coinmarketcap.

A capitalização do mercado atingiu a marca de US$ 200 bilhões pela primeira vez em 2019, melhor patamar desde novembro de 2018.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas