Imagem da matéria: Bitcoin renova máxima histórica e supera US$ 35 mil na madrugada
Foto: Shutterstock

O preço do Bitcoin ultrapassou a marca de US$ 35.000 na madrugada desta quarta-feira (06), chegando a US$ 35.844 e estabelecendo um novo recorde histórico. No Brasil, o preço bateu recorde no início da manhã, registrando R$ 184.957.

A alta anterior de US$ 34.608, havia sido definida apenas dois dias atrás, de acordo com dados da CoinMarketCap.

Publicidade

Para quem não está prestando atenção, o Bitcoin está em alta desde o final de 2020. Subiu 26% na última semana. Grande parte desses ganhos veio apenas das últimas 24 horas, já que o preço subiu 10% desde ontem.

Com o salto de hoje, a capitalização de mercado do Bitcoin aumentou para US$ 657 bilhões. Asset Dash – que rastreia preços de ações, crypto tokens e fundos negociados em bolsa – agora o classifica como o oitavo ativo mais valioso em sua lista. No último dia, ele ultrapassou o Alibaba Group Holding e agora está na cola da Tesla.

Não é apenas Bitcoin. O Ethereum aumentou mais de 9% nas últimas 24 horas – e 52% na semana passada – para atingir o preço atual de US$ 1.120. A máxima histórica da ETH de US$ 1.432 ocorreu em 13 de janeiro de 2018.

Stellar é a criptomoeda que mais valoriza no dia, subindo 66,5% e acumula ganhos de 120% na semana. Cardano também opera em alta de 21,24% no dia e 59% na semana.

VOCÊ PODE GOSTAR
Pai Rico Pai Pobre Robert Kiyosaki posa para foto

Autor de “Pai Rico, Pai Pobre” explica por que não vai comprar ETF de Bitcoin

Robert Kiyosaki defende há anos Bitcoin, ouro e prata como as maiores reservas de valor
moeda de bitcoin e ethereum com gráfico ao fundo

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) supera US$ 72 mil com halving cada vez mais próximo; ETH dispara 6%

É a primeira vez que o Bitcoin bate a marca de US$ 72 mil desde meados de março
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Fundador da FTX recorre de sentença de 25 anos e Bitcoin (BTC) estaciona em US$ 70 mil

Manhã Cripto: Fundador da FTX recorre de sentença de 25 anos e Bitcoin (BTC) estaciona em US$ 70 mil

Mercado de criptomoedas opera sem tendência definida nesta sexta-feira (12), apesar do fluxo negativo de fundos com exposição direta ao Bitcoin
Ilustração de moeda gigante de Bitcoin observada por investidores e prestes a ser cortada ao meio

Como será o futuro do Bitcoin à medida que recompensas aos mineradores ficam cada vez menores?

O que vai acontecer em 2140, quando os mineradores de Bitcoin não ganharem mais recompensas por blocos minerados?