Bitcoin opera em alta e volta aos US$ 7.000; criptomoedas acompanham

(Foto: Shutterstock)


O preço do bitcoin iniciou ontem (27), às 20:00, mais um movimento de alta, subindo US$ 200 em menos de uma hora. Hoje, às 8:00, o movimento continuou e a criptomoeda já é negociada acima dos US$ 7.000.

No Brasil, de acordo com o Índice de Preço do Bitcoin (IPB), a cotação do BTC opera em alta de +3,99% (R$ 1.101,18) nesta terça-feira (28), sendo negociado a R$ 28.674.

Gráfico IPB

Com esse movimento, o bitcoin atinge seu maior patamar dos últimos 20 dias após ter sido negociado abaixo dos US$ 6.000, mostrando uma valorização de 20% desde então.

Novos dados da CFTC revelaram uma queda nas operações vendidas de bitcoin (shorts), levando os traders a renovar as expectativas de uma forte recuperação até o final do ano. Os usuários também estão aguardando a decisão da SEC sobre vários pedidos de ETF de bitcoin. Fora isso, nenhuma nova notícia relevante saiu para justificar essa alta, sendo apenas um movimento natural do mercado.

Criptomoedas acompanham a recuperação

Depois de algumas semanas em queda, as principais criptomoedas do mercado também voltaram a se recuperar da pior queda de 2018, quando a soma do valor de mercado delas caiu abaixo dos US$ 200 bilhões.

Em destaque estão a IOTA e Dash, com altas superiores a 20% nas últimas 24 horas. O Ethereum também opera em alta mas um pouco mais tímido, com apenas 3,77%, sem conseguir recuperar o nível de US$ 300.

O marketshare do bitcoin continua próximo ao seu maior patamar de 2018, 53%, seguido pelo ethereum, com quase 13%.

O valor de mercado das criptomoedas está em US$ 228 bi, 20% a mais que duas semanas atrás.


Procurando o melhor lugar para fazer seus trades?

A Huobi, exchange líder em ativos digitais, chegou ao Brasil! Crie sua conta em menos de 1 minuto. Plataforma em português, mais de 150 altcoins, taxa de apenas 0,20%, liquidez e muita segurança, acesse: https://www.huobi.com/