Imagem da matéria: “Bitcoin não é aceito e custa caro”, diz Samy Dana em novo programa
Economista Samy Dana em seu novo programa (Foto: Youtube/Reprodução)

O economista Samy Dana voltou a comentar sobre o bitcoin no programa Cafeína do portal Invest News. “Bitcoin não é aceito e custa caro”, disse, conforme vídeo publicado na segunda-feira (27).

Priscila Yazbek, editora do jornal que junto com Dana conduziu o programa, fez um resumo do que é o bitcoin e colocou a pergunta de um ouvinte no ar — direcionada a Dana.

Publicidade

Destacando a hipervalorização da criptomoeda em 10 anos, o ouvinte lançou a seguinte questão: “Vale a pena investir em bitcoins em 2020?”.

A resposta viria posteriormente do especialista em criptomoedas Safiri Felix, que foi convidado a comentar o assunto. Antes, porém, sobre a indagação, Dana foi categórico com suas antigas questões sobre bitcoin.

Ele lembrou principalmente sobre suas críticas à função econômica da criptomoeda;  uma delas, reserva de valor. O economista fez então novamente sua ressalva sobre a volatilidade.

Comparando com uma certa estabilidade do dólar, Dana disse que “o bitcoin varia muito — pra cima e pra baixo”.

Publicidade

Outro ponto que ele diz não com concordar é que o bitcoin funcione como um meio de troca.

“Vai pagar um sorvete com bitcoin, um táxi… Primeiro que não é aceito — e os poucos lugares que aceitam não é tão fácil, custa caro, porque eles cobram a transação…”, disse,  porém, admitindo de que ele não é especialista no setor.

Ele citou ainda um caso que viu numa reportagem em um portal de notícias da sua antiga casa, Rede Globo, que mostrou a dificuldade de realizar transações com bitcoin. “Era uma dor de cabeça”, afirmou.

Bitcoin e a teoria do tolo 

“É muito difícil dar o preço do bitcoin. Por que vale tanto? Porque a oferta é limitada!? Você tem oferta limitada de fusca modelo 74 e nem por isso o preço é infinito. Então é complicado dar o preço”, disse.

Sobre o preço da criptomoeda, Dana lembrou da “teoria do tolo maior”, que é a suposição de que algo só tem valor se as pessoas pensarem que outras vão comprá-lo por um preço mais alto.

Publicidade

“Você sabe que você pode estar sendo tolo, mas acredita que vai ter alguém mais tolo, até que um belo dia não tem ninguém e você vira o tolo maior”, explicou.

Choque de ofertas do bitcoin

Safiri Felix, ex-Infomoney e atualmente diretor executivo da Associação Brasileira de Criptoeconomia (Abcripto), respondeu então à pergunta do ouvinte.

Segundo ele, o mercado espera um choque de ofertas significativo por conta do chamado ‘halving do bitcoin’. O halving é um processo intrinsecamente programado que a cada quatro anos reduz as unidades pela metade.

“O bitcoin, que em 2019 fechou o ano com uma valorização e 98% em reais, tem tudo para continuar esse movimento no ano de 2020”, disse Felix.

E concluiu sua resposta:

“Continuando a trajetória de demanda crescente e uma oferta reduzida em 50%, a perspectiva é que o preço reaja positivamente e a gente tenha aí a continuidade dessa onda de valorização”.

BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários