Imagem da matéria: "Bitcoin é uma grande pirâmide financeira descentralizada", ataca chefão do banco JP Morgan
Jamie Dimon, CEO do JP Morgan (Foto: Divulgação)

Notório crítico do Bitcoin, o CEO do banco JP Morgan, Jamie Dimon, voltou à carga novamente contra o ativo. Durante participação em uma sessão do Comitê de Serviços Financeiros do Congresso dos Estados Unidos na quarta-feira (21), o banqueiro classificou o BTC como “pirâmide descentralizada” e listou crimes que são cometidos com o ativo.

“Eu sou um notório crítico dos cripto tokens, que vocês chamam de moeda, como o Bitcoin. Eles são pirâmides financeiras descentralizadas e a noção de que sejam bom para alguém é inacreditável”, atacou.

Publicidade

“Então nós sentamos nessa sala e falamos sobre coisas como uma perda de US$ 2 bilhões. Todo ano US$ 30 bilhões em ransomware, lavagem de dinheiro, tráfico sexual, roubo. É perigoso”, disse Dimon.

Veja abaixo (em inglês) a fala do banqueiro:

A congressista Maxine Waters, presidente do Conselho no qual Dimon fez sua mais recente crítica ao Bitcoin, está desenvolvendo um projeto de lei para regular as stabelcoins.

O CEO do JP Morgan argumentou que stablecoins podem não ser tão problemáticas quanto as demais criptomoedas, caso sejam devidamente reguladas.

Dimon e o Bitcoin

A cruzada de Jamie DImon contra o Bitcoin é antiga. Em setembro de 2017 o executivo disse que o Bitcoin era uma fraude “pior do que a mania das tulipas“, refeindo-se a mais famosa pirâmide do mundo.

Publicidade

O executivo se refere ao episódio histórico quando as flores tulipas passaram a ter cada vez mais valor nos Países Baixos no começo do século XVII. A população começou a colocar muito dinheiro em investimentos relacionados às tulipas, mas a bolha eventualmente estourou e muita gente perdeu todo seu dinheiro. Tornou-se o caso clássico de bolha financeira e sinônimo do evento.

Em janeiro de 2018, o executivo chegou a dizer ter tido “arrependimentos” de sua observação do ano passado, quando o banqueiro de Wall Street chamou o bitcoin de uma “fraude”.

Mais recentemente, em abril desse ano, Dimon elogiou a tecnologia blockchain e as Finanças Descentralizadas (ou DeFi, na abreviatura em inglês) em carta enviada aos shareholders.

“Finanças Descentralizadas e blockchain são tecnologias reais e novas que podem ser implementadas tanto de forma pública como privada, apermissionada ou não”, disse Dimon, antes de acrescentar que o JPMorgan está “em primeiro plano” nessas inovações.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Grupo de bancos centrais lança projeto de tokenização para aprimorar sistema financeiro global

Grupo de bancos centrais lança projeto de tokenização para aprimorar sistema financeiro global

Projeto quer aproveitar contratos inteligentes e tokenização para acelerar os serviços que os bancos centrais oferecem às instituições financeiras globais
Imagem da matéria: Core Network (CORE): Token baseado no Bitcoin dispara 218% na semana

Core Network (CORE): Token baseado no Bitcoin dispara 218% na semana

CORE é o token da Core Network, uma blockchain compatível com Bitcoin e a Ethereum Virtual Machine (EVM)
Imagem da matéria: Como saber o dia e hora que vai acontecer o halving do Bitcoin?

Como saber o dia e hora que vai acontecer o halving do Bitcoin?

O halving, que ocorre a cada 210 mil blocos do Bitcoin, está previsto para acontecer em abril, mas o momento exato segue mudando; entenda
Imagem da matéria: Litecoin dispara 21% após ser classificado como commodity pelos reguladores dos EUA

Litecoin dispara 21% após ser classificado como commodity pelos reguladores dos EUA

O Litecoin foi a segunda criptomoeda que mais valorizou na sexta, atrás apenas da memecoin Dogwifhat (WIF)