Imagem da matéria: Bitcoin é a solução para um problema de US$ 250 trilhões, diz CEO da MicroStrategy
Michael Saylor, CEO da Microstrategy (Foto: Reprodução/Divulgação)

Em um webinar realizado na sexta-feira (30), o CEO da MicroStrategy, Michael Saylor, disse a Dan Held da Kraken que o Bitcoin é uma “solução de US$ 250 bilhões para um problema de US$ 250 trilhões”.

A MicroStrategy é uma empresa de análise de negócios que comprou 38.250 Bitcoin entre agosto e setembro. Ela detém mais Bitcoins do que todas as outras empresas de capital aberto juntas.

Publicidade

Ao explicar a razão por trás das compras de US$ 425 milhões da empresa (agora no valor de cerca de US$ 520 milhões), Saylor apontou para o que ele disse ser um mercado de US$ 250 trilhões para ativos alternativos.

De acordo com Saylor, “99,9% de todos os ativos do mundo estão em ativos alternativos – US$ 250 trilhões em títulos, ações, imóveis, metais preciosos, derivativos”, enquanto há apenas US$ 250 bilhões de capitalização de mercado para o Bitcoin.

Ativos alternativos são tipicamente definidos como coisas que não são ações, títulos ou certificados, então Saylor pode essencialmente estar reclassificando as categorias de ativos aqui: Qualquer coisa que não seja Bitcoin é um “ativo alternativo”.

Segundo o Decrypt, usando os critérios de Saylor, esses ativos provavelmente valem perto de US$ 500 trilhões, com o mercado imobiliário global sozinho estimado em US$ 280,6 trilhões.

Publicidade

Independentemente do número, seu ponto é maior. “Em um ambiente onde você está expandindo a oferta monetária, você está sugando a energia de uma unidade monetária”, disse Saylor, aparentemente se referindo à política do Banco Central dos EUA de aumentar a oferta monetária e exceder sua meta de inflação anterior de 2% , “Todas as ações, todos os títulos devem ser avaliados a … uma taxa de desconto.”

E esse é o problema de US$ 250 trilhões aos olhos de Saylor: todos esses ativos passam a valer menos em termos reais à medida que o poder de compra de uma unidade de moeda diminui.

A solução, para Saylor, é o Bitcoin, que foi projetado para ter uma oferta fixa e não ser inflacionário.

“99,9% das pessoas não entendem a solução”, disse Saylor, mas com uma capitalização de mercado de US$ 250 bilhões, estamos um pouco além do ponto em que reguladores do governo, hackers ou outros poderiam nos ter eliminado.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
bitcoin brilhando na mão

Semler Scientific investe US$ 40 milhões em Bitcoin e ações disparam 25%

As ações da Semler Scientific subiram 25% após a entidade anunciar a adoção do Bitcoin como principal ativo de reserva do tesouro
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Estudo mostra que 61% dos investidores brasileiros não pretendem vender Bitcoin

Pesquisa realizada pela Bitget releva otimismo pós-halving do Bitcoin
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin à vista já controlam mais de 1 milhão de BTC

Mais da metade dos US$ 70,5 bilhões em fundos está praticamente dividida entre Grayscale e BlackRock