Imagem da matéria: Bitcoin dispara 10% e alcança US$ 6.000
(Foto: Shutterstock)

Após romper a máxima anual às 21h de quinta (02), o Bitcoin operou em alta durante a madrugada e, às 6:00, atingiu US$ 6.150.

Gráfico BTC/USD da Bitfinex

No Brasil, a criptomoeda também opera em alta e é negociada próxima aos R$ 23.300. A máxima, porém, de R$ 23.570, atingida no dia 23 de abril, ainda não foi rompida.

Publicidade

De acordo com o Coinmarketcap, mais de US$ 18 bilhões foram negociados em Bitcoin nas últimas 24 horas, o maior volume dos últimos 30 dias.

Em vídeo recente do canal no Youtube do analista técnico Fausto Botelho, o Bitcoin estaria entrando agora na onda cinco, após o fim da onda quatro perto dos US$ 3.000.

“Eu espero que a gente rompa o ATH (máxima histórica) do bitcoin ainda esse ano”, diz Botelho no vídeo. E complementa dizendo que o final da onda cinco pode chegar nos US$ 64.000.

Segundo Peter Brandt, analista técnico e autor de best-sellers, a última vez que a média móvel semanal formou uma estrutura semelhante à atual, foi em 2015, quando o Bitcoin iniciou seu movimento de US$ 340 para US$ 19.800.

Publicidade

O Bitcoin acumula agora uma valorização de 50% apenas em 2019. Em relação à máxima histórica, o Bitcoin está 70% negativo ainda.

Criptomoedas em alta

Acompanhando a euforia do Bitcoin, todas as principais criptomoedas do mercado operam em alta.

Adicionada na Binance recentemente, a Cosmos (ATOM) valorizou 15% nas últimas 24 horas e já se encontra entre as maiores do mercado.

Ethereum se aproxima dos US$ 170 após valorizar 4,5% no dia. A Ripple, porém, apesar de ganhos de 1,5%, não conseguiu atingir nova máxima em 2019.

Litecoin, EOS e Binance Coin também apresentam ganhos consideráveis de 7,6%, 6,7% e 4,99% respectivamente nas últimas 24 horas.

O valor de mercado total das criptomoedas também atingiu seu maior patamar de 2019 e volta a se aproximar dos US$ 200 bilhões. No auge, em janeiro de 2018, o mercado chegou a US$ 830 bi.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de Bitcoin e Tether lado a lado

Tether detém mais de US$ 5 bilhões em Bitcoin para apoiar o USDT

A gigante das stablecoins adicionou ainda mais Bitcoin ao seu balanço no primeiro trimestre
nathalia arcuri me poupe

Nathalia Arcuri explica o halving do Bitcoin em vídeo no YouTube: “Investir ou não agora?”

Influencer recomenda a compra de um pouco de Bitcoin todos os meses: “A expectativa é sim que o Bitcoin continue subindo”
Brad Garlinghouse, CEO da Ripple , posa para foto

Mercado de criptomoedas vai valer US$ 5 trilhões até final do ano, prevê CEO da Ripple

Brad Garlinghouse justifica seu otimismo pelo halving do Bitcoin e um possível impulso regulatório positivo do mercado cripto nos EUA
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) estaciona em US$ 66 mil com menor apetite por risco e criptomoedas ganham espaço em carteiras de brasileiros

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) estaciona em US$ 66 mil com menor apetite por risco e criptomoedas ganham espaço em carteiras de brasileiros

Bitcoin e Ethereum andam de lado, enquanto algumas altcoins registram ganhos em um dia de perdas para os índices acionários globais