quadro branco com sangue
Foto: Shutterstock

A quarta-feira (09) está sendo mais um dia de banho de sangue para o mercado de criptomoedas. O Bitcoin registra queda de 15% nas últimas 24 horas e amarga o menor preço dos últimos dois anos.

Por volta das 16h, a principal criptomoeda é cotada um pouco abaixo dos US$ 17 mil no mercado global e de R$ 90 mil no Brasil — preços no nível de novembro de 2020. Os demais ativos também estão na pior: Ethereum (ETH), Binance Coin (BNB), Litecoin (LTC), XRP, entre outras amargam quedas de quase de 20%, segundo dados do comparador de preços Coingecko. A memecoin DOGE recua outros 15%.

Publicidade

A crise parecia ter sido estancada na terça-feira (08) quando o CEO da Binance, Changpeng ‘CZ’ Zhao, havia anunciado que iria comprar a rival FTX. Porém, hoje o Coindesk noticiou que esse acordo provavelmente não irá mais ocorrer. Quando o anúncio da aquisição primeiro foi feito, CZ havia deixado claro que se tratava de uma proposta ‘non-binding’. Ou seja, havia intenção mas não obrigação de compra.

A notícia insuflou mais uma onda de insegurança para o mercado de criptomoedas, com uma corrida de saques e diversas liquidações de ativos nas corretoras.

Alguns usuários que estão com os saques travados na FTX correram para sacar ou liquidar o que tinham em outras corretoras com medo da contaminação do setor. Como resultado, o mercado seguiu em queda.

O bitcoin perdeu o patamar dos US$ 17 mil. Já o Ethereum ainda resiste acima dos US$ 1.000, mesmo com forte queda — provavelmente puxada pelas liquidações da FTX.

Publicidade

A própria BNB, moeda da blockchain criada pela Binance, vem sofrendo com uma descrença similar, mas não com a mesma intensidade. O ativo opera em queda de 15% e é cotado a US$ 287,65.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de moeda NOT dourada com logotipo do jogo Notcoin do Telegram

Notcoin salta 10% após número de carteiras ativas diárias igualar com o Ethereum

Os jogos baseados em Telegram estão causando a explosão da The Open Network, com Notcoin liderando todo o mercado de criptomoedas nas últimas 24 horas
cão e sapo que representam memecoins

Hype das memecoins em Solana impulsiona receita da Pump.fun acima de US$ 30 milhões

A plataforma de criação de tokens de baixo custo chegou a arrecadar US$ 1,48 milhão em um dia, impulsionada por projetos de moedas que incluem celebridades
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin voltam a ter entradas líquidas com fluxo de US$ 101 milhões

ETFs de Bitcoin tiveram dois dias de saídas e voltaram a ter fluxo positivo com uma retomada do ânimo do mercado após dados de inflação nos EUA
Sede da Braiscompany em Campina Grande, Paraíba

TRF anula contrato e Braiscompany é condenada a pagar R$ 50 mil a cliente

O contrato de serviço de cessão temporária de criptoativos foi anulado pela 17ª Vara Cível de Brasília