Imagem da matéria: Bitcoin atinge máxima de 2020 e se aproxima dos US$ 10.000
(Foto: Shutterstock)

O Bitcoin voltou a subir nesta quarta-feira (05) e registrou a máxima anual de US$ 9.731 às 15h23 após alta de 5,1% no dia.

No Brasil, o preço da criptomoeda rompeu os R$ 41.000 pela primeira vez no ano nas principais corretoras.

Publicidade
Gráfico BTC/BRL do Índice de Preço do Bitcoin (IPB)

Em 2020, o Bitcoin já acumula 34% de valorização após um 2019 também de alta.

O mercado vive agora uma expectativa positiva a medida que o halving se aproxima.

O halving é um evento programado para ocorrer a cada 210 mil blocos minerados da rede do Bitcoin, o que leva aproximadamente 4 anos. 

Esse evento corta a emissão da moeda digital pela metade, criando um choque de oferta (produção) e aumentando a escassez do ativo no mercado.

Em novembro de 2012, quando aconteceu o primeiro Halving, a emissão foi reduzida de 50 BTCs para 25 BTCs a cada 10 minutos (tempo de mineração do bloco). 

No segundo Halving, que ocorreu em 9 de julho de 2016, esse valor caiu para 12,5 BTCs. A partir do Halving de maio, a produção por bloco será de 6,25 BTCs. 

Após os últimos dois halvings, o Bitcoin teve uma forte alta nos meses seguintes, o que está criando uma certa expectativa de que possa acontecer o mesmo durante esse ano e no próximo.

Publicidade

Além disso, o poder de mineração do Bitcoin vem batendo novos recordes a cada mês, o que mostra um grande investimento focado no longo prazo do ativo. Nos últimos doze meses, o poder de mineração triplicou.

Criptomoedas em alta

As principais criptomoedas do mercado também estão operando em alta no dia. Ethereum e XRP ganham 7,54% e 3,63% respectivamente.

Em destaque estão o Bitcoin Cash, que valoriza 13,71% e é negociado a US$ 430 e Tezos, que segue deslanchando em 2020 com mais um dia de 11,6% positivo. Em 2020 a Tezos acumula valorização de 65%.

A capitalização do mercado cripto também registra o maior patamar de 2020, somando US$ 271 bilhões.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Bitcoin pode um dia substituir o dólar americano, diz criador do Twitter

Em um sofisticado retiro na Toscana, Jack Dorsey compartilhou sua visão sobre a ascensão do Bitcoin à supremacia global
Imagem da matéria: Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Analista da Foxbit avalia gráficos do Bitcoin e aponta que preços devem continuar pressionados ao longo da semana
Imagem da matéria: Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

“O Bitcoin oferece uma oportunidade única de diversificar os ativos do estado”, escreveu Cotar
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA no fundo

Fed diz que inflação está caindo, mas não rápido o suficiente: por que isso importa para o Bitcoin?

A queda da inflação beneficia os ativos de risco, incluindo as criptomoedas, pois daria ao Fed confiança para começar a reduzir as taxas de juros este ano