Logo da Binance Smart Chain
Shutterstock

A fase de rebranding parece chegar para todas as marcas e agora foi a vez da Binance mudar o nome da sua blockchain para BNB Chain.

Até então conhecida como Binance Smart Chain (BSC), a solução lançada pela popular corretora em setembro de 2020 se tornou uma das redes de contratos inteligentes mais utilizadas no meio cripto, hospedando milhares de criptomoedas, jogos NFTs e projetos DeFi.

Publicidade

O “BNB” que até então se era conhecido como o ticker da criptomoeda nativa da corretora, Binance Coin (BNB), agora passa a ter o próprio significado, sendo a sigla para “Build and Build” (construir e construir).

Em nota à imprensa desta terça-feira (15), a empresa explica a decisão de mudar o nome da rede como uma forma de esclarecer a “evolução descentralizada” da blockchain que, segundo a Binance, transcende a corretora no que diz respeito aos casos de uso.

A mudança de nome, portanto, segue a linha desenhada pelo projeto para beneficiar usuários e desenvolvedores ligados à comunidade da BNB Chain.

A partir desta terça, a rede da Binance fica composta por: BNB Beacon Chain — anteriormente Binance Chain —, responsável pela governança da BNB Chain (staking, votações); e a BNB Smart Chain (BSC) — anteriormente Binance Smart Chain —, a rede principal compatível com Ethereum Virtual Machine (EVM), camadas de consenso e hubs multi-chain.

Publicidade

“A BNB Chain adotará aplicações de grande escala, incluindo GameFi, SocialFi e Metaverse. Em particular, escalando de uma cadeia para várias outras, melhorando as soluções de dimensionamento e expandindo o conjunto de validadores da BSC de 21 para 41 (com 20 validadores funcionando como produtores de blocos candidatos)”, disse Samy Karim, coordenador do ecossistema da BNB Chain.

BNB Chain no centro do ‘MetaFi’

Ao mudar de nome, a Binance também divulgou o plano de levar sua rede ao centro do que chama de MetaFi (‘Meta’ para meta ecossistema data e ‘Fi’ para DeFi), oferecendo a infraestrutura que alimenta a economia virtual. 

De forma geral, MetaFi é um conceito que coloca sob o mesmo guarda-chuva os diferentes tipos de projetos, como Metaverso, DeFi, GameFi, SocialFi, Web3 e NFTs

“O objetivo do MetaFi é construir e promover novos ecossistemas, construídos em parâmetros de metadados padronizados, baseados em ativos digitais que capacitam a adoção em massa do metaverso e também fornecem aos usuários e jogadores novos casos de uso”, finaliza a nota da empresa.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Polícia apreende R$ 100 mil em mineradoras de criptomoedas dentro de carro no Paraná

Polícia apreende R$ 100 mil em mineradoras de criptomoedas dentro de carro no Paraná

As mineradoras de criptomoedas estavam em um carro modelo Onix que foi abordado pelos policiais durante a Operação Protetor
Imagem da matéria: Dificuldade de mineração do Bitcoin cai 7,8%, maior recuo desde o colapso da FTX

Dificuldade de mineração do Bitcoin cai 7,8%, maior recuo desde o colapso da FTX

O recuo substancial do preço do Bitcoin desde março prejudicou a renda do setor de mineração em geral
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Manhã Cripto: Bitcoin salta 4,4% após atentado fracassado reforçar candidatura de Trump

Investidores de criptomoedas antecipam condições regulatórias mais favoráveis se Trump vencer a eleição
Imagem da matéria: Criadores do Notcoin lançam aceleradora para impulsionar a próxima onda de jogos no Telegram

Criadores do Notcoin lançam aceleradora para impulsionar a próxima onda de jogos no Telegram

Com a ajuda da empresa de análises baseada em IA, Helika, o Notcoin quer fortalecer ainda mais o ecossistema de jogos cripto no Telegram