Imagem da matéria: CEO da Binance é Processado por Fundo de Investimento
Criador da maior exchange do mundo durante palestra (Foto: Reprodução/Youtube)

O fundador da Binance, Zhao Changpeng, está respondendo um processo em Hong Kong por ter violado um acordo de exclusividade com a Sequoia Capital, uma companhia gigante da capital de risco, que estaria investindo na corretora de criptomoedas.

Segundo informações da Bloomberg, o problema todo começou numa discussão sobre uma injeção de capital na empresa no ano passado, quando a plataforma foi lançada pela primeira vez.

Publicidade

Changpeng, também conhecido como CZ, e a Sequoia começaram a negociar os termos de um investimento na Binance em agosto. A Sequoia ofereceu US$ 80 milhões para uma participação de 11% na corretora de criptomoedas.

O aumento do valor do Bitcoin para quase US$ 20 mil, entretanto, fez com que as negociações mudassem de rumo. Em 14 de dezembro, CZ disse à Sequoia que o valor proposto era baixo em face das expectativas de acionistas da empresa.

Nesse mesmo período, Zhao foi abordado por outra empresa de capital de risco, a IDG Capital, com uma oferta que injetaria duas rodadas de financiamento na Binance com valorização muito superior, sendo que a primeira seria de 400 milhões de dólares e a subsequente de 1 bilhão de dólares.

A Sequoia teve conhecimento da negociação e resolveu entrar com uma ação judicial em Hong kong acusando Zhao de violar o acordo de exclusividade reivindicado. O fato é que as empresas teriam acordado em resolver a questão pela arbitragem e a ação seria para que Changpeng não converse com potenciais investidores.

Publicidade

Enquanto o tribunal de Hong Kong não decide se o fundador da Binance é responsável pelas alegações feitas pela Sequoia, Zhao está impedido de conversar com qualquer investidor.

Rápido enriquecimento da Binance

Segundo relata a Bloomberg, os documentos apresentados em 26 de março e 24 de abril atestam que as interações de Zhao com grandes empresas de capital de risco valorizaram a Binance, uma Exchange que foi fundada há apenas nove meses.

A ascensão meteórica da plataforma de negociação tem sido uma das histórias de crescimento mais notáveis ​​da indústria de câmbio virtual, levando Zhao à capa da revista Forbes e ajudando-o a acumular uma fortuna pessoal que ele afirma valer até US$ 2 bilhões.

A Binance também atraiu o olhar de órgãos reguladores, que têm reprimido as transações de ativos digitais em todo o mundo, em meio à preocupação de que os locais possam estar desrespeitando as leis de valores mobiliários.

Publicidade

Leia também: Bitcoin Chega a Marca de 17 Milhões de Unidades em Circulação

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

O ex-ministro Tareck El Aissami foi preso por participar de esquema que desviou US$ 15 bilhões da venda de petróleo usando criptoativos
Imagem da matéria: Investidor transforma R$ 20 mil em R$ 178 milhões ao segurar Bitcoin por 12 anos

Investidor transforma R$ 20 mil em R$ 178 milhões ao segurar Bitcoin por 12 anos

Quando o investidor adquiriu 500 BTC em julho de 2012, a quantia valia R$ 20 mil; hoje, ultrapassa R$ 178 milhões
Imagem da matéria: Falha técnica faz Bitfinex interromper temporariamente trade de criptomoedas

Falha técnica faz Bitfinex interromper temporariamente trade de criptomoedas

A corretora suspendeu as negociações na noite passada para investigar um problema inesperado
Arte digital mostra mãos operando um celular que projeta moedas

O que é restaking? Tendência polêmica do Ethereum agora é mercado de US$ 8 bilhões 

Protocolos de restaking que permitem gerar nova liquidez com tokens já travados na rede são vistos como “risco sistêmico” por Vitalik Buterin, criador do Ethereum