Imagem da matéria: Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal
Foto: Shutterstock

Um funcionário da Binance foi demitido após identificar e denunciar internamente que um grande cliente da empresa estava usando a plataforma para fazer manipulação de mercado e lavar centenas de milhões de dólares. O caso foi contado em reportagem publicada nesta quinta-feira (9) pelo jornal The Wall Street Journal

Segundo a reportagem, a Binance contratou em 2022 uma equipe para identificar manipulações de mercado dentro da plataforma. Essa equipe passou a olhar para os clientes “VIP”, que são aqueles que geram um volume de transações de mais de US$ 100 milhões ao mês. Foi nessas análises que as movimentações da firma de investimentos DWF Labs chamaram a atenção. 

Publicidade

A empresa fazia mais de US$ 4 bilhões em transações e tinha uma estratégia de comprar milhões de dólares em tokens desconhecidos e vender quando ocorria uma alta. 

O time de investigadores da Binance produziu um relatório afirmando que a DWF Labs promoveu em 2023 uma manipulação de mercado em pelo menos seis tokens, sendo um deles o Yield Guild Games (YGG). Tudo isso resultou em uma lavagem de dinheiro de US$ 300 milhões. 

A direção da Binance então teria dito que não haviam provas suficientes para a alegação dos investigadores. Uma semana depois, o chefe da equipe de investigação interna foi demitido, conforme informações do Wall Street Journal. 

O jornal também relembrou que, conforme já havia sido noticiado pelo The Block anteriormente, a DWF Labs tinha um documento para os clientes no qual oferecia um serviço para aumentar o preço de tokens e criar um “volume artificial”. 

Publicidade

A Binance disse ao The Wall Street Journal que nos últimos três anos já retirou 355 mil participantes da plataforma, sendo que eles geravam um volume de transações de US$ 2,5 trilhões. 

Quanto a demissão do investigador interno, a Binance disse ao jornal que rejeitou as alegações de que havia permitido manipulação de mercado, e a pessoa foi demitida após uma investigação constatar que as acusações contra o cliente não estavam “totalmente comprovadas”.

Sobre o relatório da DWF Labs que faria a propaganda de serviços de manipulação de mercado, um porta-voz da Binance disse: “Se for verdade, seria muito preocupante para nós e nossos clientes”. 

A DWF Labs negou nesta quinta-feira (9) em seu canal do Telegram qualquer atividade irregular:

“Recentemente tomamos conhecimento de que um artigo contém muitas alegações que acreditamos serem infundadas e que não representam com precisão nossas práticas comerciais éticas.”

VOCÊ PODE GOSTAR
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

PEPE e BONK valorizam mais de 30% nas últimas 24 horas

Memecoin PEPE bateu sua máxima histórica nesta terça-feira (21), em momento de forte aquecimento do mercado cripto
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Moedas de ethereum à frente de ilustração de cadeado

A SEC vai finalmente aprovar os ETFs de Ethereum? Entenda

Vence no fim desta semana o prazo para a SEC aprovar ou não alguns pedidos de ETFs de Ethereum e a expectativa agora é mais positiva do que nunca
Fazenda de Mineração de criptomoedas Salto del Guairá Paraguai -ANDE

Paraguai usa inteligência artificial para encontrar fazenda ilegal de mineração de Bitcoin

Autoridades apreenderam 176 ASICs em Saltos de Guairá com ajuda de sistema que mede a tensão de redes elétricas