Imagem da matéria: Banco Inter elogia Cardano em estudo: "Terceira geração das criptomoedas"
Foto: Shuttestock

A próxima geração de criptomoedas tem o objetivo de fazer com que as diferentes blockchains possam se comunicar de forma segura. A análise é do banco Inter, que divulgou no último dia 17 um estudo com análise do universo dos criptoativos.

O relatório faz uma análise básica da história das criptomoedas e como elas vêm evoluindo ao longo do tempo. A geração um sendo o Bitcoin e seu conceito de inviolabilidade pela blockchain, a segunda geração o Ethereum e a possibilidade dos smart contracts e terceira a Cardano, mais maleável e que permite mudanças no protocolo de forma mais simples e menos burocrática.

Publicidade

A conclusão do report é indicar qual o objetivo a ser alcaçado pela terceira geração de criptomoedas. E o banco entende que é a aumentar a comunicação entre blockchains sem que a segurança do sistema seja afetada.

Análise do Banco Inter

“Um grande obstáculo para a ascensão das criptomoedas, é a falta de um mecanismo que sistematize a comunicação entre as diferentes blockchains, do mesmo modo que o HTTPs foi revolucionário em seu tempo ao permitir que a navegação na internet fosse fluída e intuitiva, do jeito que estamos acostumados hoje em dia. Essa é a ambição da terceira geração das criptomoedas”, afirma o Inter.

O banco ressalta que no Brasil a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) não considera as criptomoedas valores mobiliários e não existem corretoras autorizadas pelo Sistema Financeiro Nacional a transaciona-las.

“No entanto, o investimento na classe é possível por meio de fundos de investimento com estratégias de investimento no exterior”, ressalta o Inter, que no final apresenta os seus ETFs (Exchange-traded fund) que tem criptomoedas na composição.

VOCÊ PODE GOSTAR
Fundador da Binance Changpeng Zhao posa para foto

CZ está em “situação positiva” nos EUA, afirma cofundadora da Binance

O julgamento da sentença de Changpeng Zhao está agendado para o próximo dia 30
Imagem da matéria: EUA não têm autoridade para processar trades DeFi, diz advogado do hacker da Mango Markets

EUA não têm autoridade para processar trades DeFi, diz advogado do hacker da Mango Markets

Avraham Eisenberg é o trader cripto acusado de drenar mais de US$ 100 milhões da plataforma de negociação Mango Markets
Imagem da matéria: Confira 3 criptomoedas que podem disparar com o halving do Bitcoin

Confira 3 criptomoedas que podem disparar com o halving do Bitcoin

O halving pode atrair a atenção dos investidores para projetos alternativos criados no ecossistema do Bitcoin
Imagem da matéria: Token Notcoin atrasa e não será lançado com o halving do Bitcoin; entenda

Token Notcoin atrasa e não será lançado com o halving do Bitcoin; entenda

O Notcoin, jogo viral baseado no Telegram, lançará seu token na The Open Network um pouco mais tarde do que o esperado, após o halving do Bitcoin