Imagem da matéria: Banco do Brasil desenvolve blockchain para venda de imóveis rurais
Foto: Shuttestock

O Banco do Brasil lançou na semana passada a AgroBB, uma ferramenta blockchain exclusiva para venda de propriedades rurais. O projeto foi desenvolvido em parceria com a startup Resale, que se identifica como um outlet que concentra ofertas de imóveis.

A ferramenta, disponível no portal Seu Imóvel BB, tem cerca de 100 imóveis rurais, como fazendas, chácaras e sítios. Os preços variam de R$ 12.847 mil a R$ 45.431 milhões, conforme consulta feita pela reportagem do Portal do Bitcoin.

Publicidade

Essas residências, segundo a instituição bancária, foram recebidas como pagamento em operações de crédito ou retomados por inadimplência de terceiros.

De acordo com o vice-presidente corporativo do BB, Mauro Neto, com a ferramenta blockchain a empresa quer ser o principal agente do mercado agro no Brasil e ajudar a fomentar a cadeia produtiva da agroindústria.

“Somos o maior parceiro do agronegócio brasileiro. Nada mais oportuno estarmos próximos da experiência de quem sonha em adquirir um imóvel rural. A plataforma, além de viabilizar esta aquisição, traz um link com acesso aos produtos e serviços do BB, de forma que o comprador poderá enriquecer sua jornada de compra em um mesmo ambiente virtual”, disse em nota enviada à imprensa.

E as taxas?

De acordo com informações repassas pelo banco à Agência Brasil, a instituição bancária garante o pagamento de todas as despesas relacionadas à transferência do imóvel, como impostos, taxas de energia, água e gás e condomínio.

Publicidade

Entretanto, no caso de transferência de propriedades que ainda estejam ocupadas por terceiros, “o comprador assume os riscos, providências e custas necessárias à desocupação, como medidas judiciais e extrajudiciais”.

O sócio e diretor de tecnologia da Resale, Paulo Nascimento, falou em nota que o lançamento da plataforma blockchain faz parte de uma das missões da startup, que é popularizar o acesso a imóveis do Banco do Brasil.

“Ao utilizarmos tecnologia de ponta, trazemos mais segurança, transparência, integridade e compliance para a venda do patrimônio público”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Imagem da matéria: Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Grupo criou aplicação para conectar via blockchain produtores de energia e estações de abastecimento, com a mira no mercado de carros elétricos
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…