Imagem da matéria: Baleias movimentam US$ 1 bilhão em bitcoin em sete transações
Foto: Shutterstock

A blockchain do Bitcoin (BTC) viu sete grandes movimentações na tarde da última terça-feira (30). No total, houve a transferência de 18.880 BTC, o que equivale a aproximadamente US$ 1,1 bilhão em criptomoedas, ou R$ 6,35 bilhões.

A informação provém do serviço de análises on-chain Bitcoin Block Bot e foi publicada através do Twitter. As transações movimentaram entre 1.998 BTC e 4.508 BTC, cada uma, sempre no bloco 677.032.

Publicidade

Nessa mesma linha, o Whale Alert indica que ao menos parte das transações aconteceu das carteiras da exchange Coinbase para endereços desconhecidos. O total de taxas pagas, nesse caso, foi de 0,00581865 BTC, ou US$ 343.

Na semana passada, uma única transação sacou 14 mil bitcoins somente da corretora americana.

Alertas de transações do Bitcoin Block Bot (Twitter)

Movimento de HODL?

Não há como afirmar que as transações foram feitas por apenas uma entidade ou investidor. Porém, isso é bastante possível, já que a ocorrência de várias transações de grande porte num curto período de tempo é extremamente incomum.

Outro ponto relevante é a retirada de BTC da Coinbase. Muitos investidores consideram que isso pode ser o movimento de um HODLer, que é a designação utilizada para os acumuladores de criptomoedas.

Caso um HODLer tenha comprado as criptomoedas, é de se esperar que elas não voltem tão cedo para o mercado.

Publicidade

Transação mostra confiança na blockchain

A ocorrência de grandes transações na blockchain do Bitcoin funciona como um atestado de confiança na capacidade de processamento da rede.

Desse modo, mesmo que não se saiba a utilidade que será dada para as moedas, apenas o fato de que alguém movimentou US$ 1 bilhão em bitcoins demonstra que a rede é segura.

Além disso, fica a questão: será que uma movimentação dessas seria possível no sistema bancário tradicional? É possível que sim, embora o procedimento seja, provavelmente, burocrático, demorado e custoso.

No mais, como a blockchain do Bitcoin é anônima, não há como saber quem são os responsáveis pela movimentação bilionária. Isso acontece porque os endereços das carteiras que guardam o BTC dos usuários são privados.

VOCÊ PODE GOSTAR
Jamie DImon, CEO do JP Morgan

Crítico do Bitcoin, CEO do JP Morgan é cotado por Trump para assumir Tesouro dos EUA

Dimon poderia ser o Secretário do Tesouro ideal, de acordo com o candidato presidencial republicano Donald Trump
Imagem da matéria: Alemanha continua vendendo Bitcoin e reserva cai de US$ 3 bi para US$ 223 milhões

Alemanha continua vendendo Bitcoin e reserva cai de US$ 3 bi para US$ 223 milhões

A 10x Research afirma que a pressão de venda do governo alemão está diminuindo e que o Bitcoin parece tecnicamente sobrevendido
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Bernstein reitera previsão de Bitcoin em US$ 200 mil até final de 2025

Previsão já havia sido feito em junho e os analistas apontam que a tendência recente de queda do Bitcoin não mudou esse cenário
bitcoin

Manhã Cripto: Bitcoin recua 2,2% apesar da queda da inflação nos EUA

Embora os dados macroeconômicos atuais sejam positivos, o Bitcoin ainda busca estabilidade em meio às preocupações pontuais dos investidores