Cauda de baleia sob um mar de moedas de bitcoin
Shutterstock

Uma baleia de Bitcoin — como são chamados os investidores que possuem grandes quantias de criptomoedas — transferiu na manhã desta segunda-feira (6) 687,33 BTC, que equivalem no momento a R$ 217 milhões. A carteira dona da fortuna estava sem fazer nenhuma movimentação há 10 anos e três meses.

Segundo o perfil no X, Lookonchain, a baleia recebeu a quantia de 687,33 BTC no dia 12 de janeiro de 2014, quando a cotação do Bitcoin estava em US$ 917. Naquela época, o montante valia US$ 630 mil.

Publicidade

Nesses pouco mais de dez anos, foi de 6.900% a valorização da quantia de Bitcoin dessa baleia.

Movimentos de baleias dormentes têm sido comuns. Em março, uma mega transação envolvendo fundos da era pré-histórica do BTC ocorreu quando uma carteira que guardava 2 mil BTC ganhos como recompensa de mineração em 2010 fez movimentações na blockchain para reunir todos os ativos no mesmo endereço.

Logo depois, o investidor anônimo redistribuiu as moedas para outras carteiras. O montante transferido equivale a US$ 126 milhões (R$ 638 milhões) na atual cotação do Bitcoin. Em 2010, a quantia de 2 mil BTC valia apenas US$ 600. De lá para cá, a valorização foi de 23.166.566,67%. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Criadora da segunda maior stablecoin, Circle anuncia chegada oficial ao Brasil

Criadora da segunda maior stablecoin, Circle anuncia chegada oficial ao Brasil

Empresa disse que lançará em breve uma opção para que o mercado brasileiro acesse de forma mais rápida a USDC
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Manhã Cripto: Ethereum sobe 2,6% e flerta com US$ 4 mil; PEPE bate novo recorde

Com ganhos de 10% no dia, PEPE foi capaz de atingir um novo preço recorde de US$ 0.000017
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Banco Central anuncia próximos passos da regulamentação do mercado cripto no Brasil

Sem definir datas, BC diz que irá fazer mais uma consulta pública no segundo semestre e um planejamento interno sobre stablecoins
Moedas douradas à frente de bandeira do Brasil

Anbima propõe novas regras para fundos de criptomoedas e abre consulta pública

Entre outras regras, Anbima propõe uma padronização na precificação das criptomoedas dos fundos desse tipo; consulta vai até 20 de junho