Imagem da matéria: Artista coloca rato inflável com códigos de Bitcoin na frente do Banco Central dos EUA
(Foto: Divulgação)

A entrada do escritório do Federal Reserve em Wall Street, o banco central americano, começou a semana passada com um rato gigante inflável. O animal tinha em sua pele diversos códigos de criptografia relacionados ao Bitcoin. A obra é um protesto contra a resistência do FED a criptomoedas e um lembrança do intuito de Satoshi Nakamoto ao desenvolver a tecnologia.

A intervenção artística tomou popularidade após uma publicação no Reddit. A criação é obra de Nelson Saiers, investidor bem-sucedido de derivativos em Wall Street, que completou seu PhD em matemática em doze meses, aos 23 anos, e é artista plástico, já tendo feito instalações com conceitos relacionados a matemática e finanças.

Publicidade
Foto publicada pelo usuário logov no Reddit.

Segundo o The Block, que entrevistou o investidor e artista, Saiers trabalhou no Deutsche Bank durante a crise financeira global de 2008. Nelson explicou o propósito da intervenção e de que maneira sua obra é diferente dos ratos gigantes usados frequentemente em manifestações de sindicatos nos EUA:

Essa peça é diferente porque está cheia de códigos de Bitcoin e algumas equações relacionadas, Há uns dez anos, enquanto o Programa de Resolução de Ativos Problemáticos (TARP) estava recuperando a economia, Satoshi Nakamoto escreveu esse código com as palavras de 3 de janeiro do The Times: “Chanceler a um passo de segundo resgate para bancos” […] Satoshi parecia realmente contrário à centralização e disse que acabou sendo usurpado. Queria ser fiel a suas visões e refleti-las nessa obra de arte.

A criação de Saiers criou diversos tipos de impressão entre os usuários do Reddit.

Um comentário dizia, de forma irônica: “Ratos significam os proprietários de projetos de construção vergonhosos, egoísta e inescrupulosos. Então estão identificando o FED como egoísta. Realmente uma revelação incrível.”

Outro usuário disse que passou pelo rato, mas não compreendeu que se tratava de algo relacionado a Bitcoin até ver as publicações relacionadas.

O FED diversas vezes considerou as criptomoedas como uma ameaça à ordem financeira, tratando-as quase sempre como uma fonte de crimes, às vezes até de forma irônica. O presidente da instituição em San francisco, John Williams, chegou a dizer que as criptomoedas “não passam no teste básico do que uma moeda deveria ser”.

Publicidade

BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br
Siga também o nosso Instagram com análises diárias.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito
Imagem da matéria: Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

As baleias de Bitcoin compraram avidamente a última queda; investidores de longo prazo agora aguardam a próxima alta para realizar lucros
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120