Imagem da matéria: Alta no preço do Bitcoin e halving: o que especialistas estão dizendo
Foto: Shutterstock

O Bitcoin subiu 20% hoje, atingindo US$ 9.400 em sua máxima (R$ 48.329,78 no Brasil). É a primeira vez em dois meses que o BTC ultrapassa os US$ 8.000, com o halving cada dia mais perto.

Após atingir a máxima, dentro de algumas horas o preço caiu para US$ 8.600. “O Bitcoin tinha o mesmo preço quando acordei e quando fui dormir, mas nesse meio tempo, em algum lugar, as pessoas começaram a perder a cabeça. Eu nem sabia que tinha batido US$ 9400″, disse o trader Scott Melker.

Publicidade

A alta também fez a Coinbase, maior exchange dos EUA, sofrer interrupções. A última vez que a Coinbase caiu, sob volumes tão grandes de negociação, vimos a maior corrida de touros do Bitcoin.

Halving do bitcoin é iminente

Embora o rali não tenha durado, especialistas disseram ao Decrypt que é uma indicação de interesse renovado no Bitcoin e um precursor claro de que as próximas duas semanas à frente serão emocionantes.

“As pessoas estão se preparando para o halving e comprando BTC antes do corte da oferta”, disse Pedro Febrero, analista da Quantum Economics, ao Decrypt.

O próximo halving do Bitcoin acontecerá em 12 de maio e reduzirá pela metade a recompensa de mineração da criptomoeda – de 12,5 BTC para 6,25 BTC. Os traders antecipam que a nova escassez poderia tornar o Bitcoin mais valioso. Mas, a menos que o preço do Bitcoin o torne lucrativo para a mineração, os mineradores correm o risco de operar no prejuízo e podem despejar seus BTCs no mercado para cobrir seus custos.

Publicidade

Como muitos, Joe DiPasquale, CEO do fundo de investimento BitBull Capital considera o halving um evento extremamente positivo, a partir do histórico dos halvings anteriores, e acredita que o sentimento do mercado atualmente reflete isso.

“A longo prazo, reduzir pela metade a recompensa da mineração é um desenvolvimento otimista, especialmente porque as moedas fiduciárias em todo o mundo estão sofrendo inflação, e a redução da oferta do Bitcoin resulta em deflação”, disse ele.

George McDonaugh, co-fundador da empresa de investimentos em blockchain KR1 plc, concordou. “Narrativas no mundo do blockchain agem como a Força em Star Wars, misteriosamente movem e moldam o mercado e, em termos de halving, a Força é forte com essa”, concluiu.

Mas desta vez, ao contrário dos halvings anteriores, os investidores têm a capacidade operar derivativos de Bitcoin em novas exchanges que têm muita liquidez disponível, como nunca se teve antes, disse McDonaugh. “Isso poderia fornecer um contrapeso à um bull run, deixando-se levar por si mesmo e potencialmente reduzir possíveis picos no preço”.

Publicidade

O poder do FOMO

E alguns alertaram que o rali inicial de hoje não tinha liquidez e era impulsionado pelo FOMO (Medo de perder a oportunidade).

Para alguns, o movimento de alta foi resultado de FOMO, com as baleias convencendo os traders menores a entrar no mercado usando a narrativa do “halving”.

Mas o co-fundador e CEO da Binance, Changpeng Zhao, foi mais otimista. No twitter, ele comemorou que a exchange tinha atingido recorde histórico de US$ 16 bilhões em volume de negociação nas últimas 24 horas.

Esse tipo de FOMO poderia muito bem impulsionar os mercados de criptomoedas e tradicionais muito mais alto nas próximas semanas, argumenta Nigel Green, fundador e diretor executivo da consultoria financeira independente DeVere.

“Com uma recuperação a caminho, eles não querem perder o valor atual no mercado a longo prazo, o que tem o efeito de impulsionar os mercados mais altos”, disse ele. “Estamos testemunhando o que provavelmente se tornará uma poderosa recuperação nos mercados de ações globais, já que os investidores esperam o segundo semestre de 2020 e 2021”.

Publicidade

O Bitcoin chegará a US$ 10.000 antes do halving?

Green acredita que o Bitcoin chegará a pelo menos US$ 10.000 antes do evento de maio. “A empolgação pelo halving, juntamente com a nova era em que estamos, impulsionará o preço do Bitcoin de forma exponencial e sustentável”, disse ele. “Além disso, pudemos ver uma explosão no preço do Bitcoin devido a problemas do mundo real que ele conserta e à crescente adoção.”

Simon Peters, analista da eToro, concordou. “O gasto dos mineradores diminuiu esta semana, sugerindo que, no geral, eles estão optando por esperar. O número de participantes reais no mercado também está atingindo novas máximas em meio à expectativa de que o halving ocorra como o último e aumente o preço. Com isso, acreditamos que é provável que o preço ultrapasse os US$ 10.000 antes que o halving realmente ocorra”, disse ele.

Mas Peter Schiff, famoso crítico do bitcoin e fã do ouro, não ficou tão impressionado. “O Bitcoin está sendo oferecido por especuladores, assim como outros ativos de risco hoje”, ele twittou.

Matthew Graham, CEO da empresa de investimentos Sino Global Capital disse que, embora continuasse a ver o halving como um “evento moderadamente otimista”, não era da mesma maneira que o anterior. “Movimentos de curto prazo são muito mais difíceis de prever e, mesmo em um cenário de alta, podemos esperar grandes agitações ao longo do caminho. Os traders devem ter especial cuidado com movimentos acompanhados de baixo volume de preços ”, ele aconselhou.

E enquanto o rali de hoje fracassou, dados da startup de análise Skew mostraram que o Bitcoin teve alta de 27% desde 1º de janeiro, mais do que o dobro do ouro e muito melhor que as ações e o petróleo.

No entanto, o CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, argumentou que Bitcoin e ouro são os únicos que devemos ficar de olho. Ele tinha apenas dois conselhos: “Compre ouro. Compre o BTC ”, ele twittou.

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co

Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
notas de dinheiro envoltas a moedas de bitcoin, com num cofre

Quantos bilionários do Bitcoin existem? Veja lista

Muitos dos primeiros a adotar o Bitcoin são agora bilionários, entre as pessoas mais ricas do mundo; mas a fortuna de Satoshi Nakamoto pode ofuscar todos eles
roger ver criador do bitcoin cash

Manhã Cripto: Bitcoin bate no teto de US$ 71 mil e Roger Ver é solto na Espanha

Ver foi preso em abril, depois que o DOJ divulgou uma acusação alegando que ele havia evitado pagar quase US$ 50 milhões em impostos
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin e todo mercado continuam em queda, enquanto Biden se aproxima do setor

Manhã Cripto: Bitcoin e todo mercado continuam em queda, enquanto Biden se aproxima do setor

Autoridades do governo do presidente dos EUA, Joe Biden, devem participar de uma mesa redonda sobre Bitcoin
logo do bitcoin em cima de livro

Goiânia recebe lançamento do livro “101 Perguntas Sobre Bitcoin”

A obra da Editora Portal do Bitcoin escrita pelo engenheiro Breno Brito serve como um guia para compreensão da criptomoeda mais popular do mundo; veja como participar