Imagem da matéria: Airdrop de grande projeto na blockchain Solana será feito já em janeiro
Shutterstock

A exchange descentralizada Jupiter, que concentra o maior volume de transações de câmbio (swap) com Solana (SOL), anunciou que seu aguardado airdrop do token próprio está programado para começar já em janeiro.

Em uma animada postagem no Twitter escrita do ponto de vista de um gato, Meow, o fundador pseudônimo do Jupiter, forneceu várias atualizações na sexta-feira (15) sobre os planos futuros do projeto, detalhando a distribuição do próximo airdrop.

Publicidade

Como já estabelecido, 40% dos 10 bilhões de tokens JUP a serem emitidos serão reservados para airdrops distribuídos aos membros da comunidade. No início deste mês, o projeto lançou um site que permite aos usuários elegíveis do Jupiter saber quanto JUP eles estão prestes a receber.

Esses fundos serão distribuídos em quatro airdrops, anunciou Meow na sexta-feira, sendo o primeiro programado para janeiro, com a distribuição de 1 bilhão de tokens JUP nas carteiras dos usuários da Solana.

O fundador também anunciou que mais 10% do fornecimento total de JUP, ou seja, outro bilhão de tokens, será reservado para contribuintes da comunidade e concessões.

“Essa alocação, provavelmente dada à DAO para administrar, deve fornecer muito incentivo para a comunidade participar de iniciativas para fazer crescer a Jupiter, avaliar projetos para o ecossistema Solana e impulsionar a descentralização, todos os quais são nossos principais objetivos”, disse Meow.

Publicidade

Esses números significam que 50% de todos os tokens JUP serão eventualmente distribuídos para a comunidade. Os outros 50% do fornecimento de tokens serão gerenciados pela equipe do Jupiter da seguinte forma: 20% irão para membros atuais da equipe, 20% servirão como reserva estratégica e mais 10% atuarão como provisão de liquidez, seja “principalmente ou inteiramente on-chain”.

Detalhes adicionais sobre o airdrop e a provisão de liquidez do token JUP serão compartilhados nas próximas semanas, disse Meow.

Conheça o projeto Jupiter

O Jupiter é um dos maiores projetos DeFi construídos na Solana. Como um agregador de swap, a plataforma orienta os usuários sobre as melhores taxas ao negociar tokens. Somente nas últimas 24 horas, ela processou cerca de US$ 231 milhões em transações, de acordo com o CoinMarketCap.

Tem sido um período importante para o ecossistema Solana, que testemunhou avanços significativos em diversos projetos na rede, incluindo os recentes airdrops Pyth e Jito, que injetaram centenas de milhões de dólares em tokens gratuitos nas carteiras dos usuários.

Publicidade

Entre essas histórias de sucesso, destaca-se o BONK, uma criptomoeda meme que roda na rede Solana e está em alta, com um impressionante aumento de 839% no último mês.

Os usuários da Solana estão otimistas de que o airdrop do Jupiter continuará esse momentum: quase um milhão de carteiras SOL são elegíveis para o sorteio, afirmou a equipe no mês passado.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza em US$ 57 mil enquanto governo alemão segue vendendo criptomoedas

Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza em US$ 57 mil enquanto governo alemão segue vendendo criptomoedas

Carteira controlada pelo governo da Alemanha enviou mais de US$ 28 milhões em BTC para corretoras nesta manhã
Imagem da matéria: Comitê de Basileia aprova novas regras para bancos com exposição a criptomoedas

Comitê de Basileia aprova novas regras para bancos com exposição a criptomoedas

Nova estrutura regula a exposição dos bancos tradicionais ao ecossistema de criptomoedas para melhor análise do perfil de risco de cada instituição
bitcoin

Manhã Cripto: Bitcoin recua 2,2% apesar da queda da inflação nos EUA

Embora os dados macroeconômicos atuais sejam positivos, o Bitcoin ainda busca estabilidade em meio às preocupações pontuais dos investidores
Imagem da matéria: Dificuldade de mineração do Bitcoin cai 7,8%, maior recuo desde o colapso da FTX

Dificuldade de mineração do Bitcoin cai 7,8%, maior recuo desde o colapso da FTX

O recuo substancial do preço do Bitcoin desde março prejudicou a renda do setor de mineração em geral